Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do selênio orgânico na dieta de vacas lactantes sobre a produção, ocorrência de mastite e parâmetros fisiológicos em clima quente

Processo: 09/14582-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Irineu Arcaro Junior
Beneficiário:Carlos Eduardo Oltramari
Instituição-sede: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/03448-7 - Efeitos do selênio orgânico na dieta de vacas lactantes sobre a produção, ocorrência de mastite e parâmetros fisiológicos em clima quente, AP.R
Assunto(s):Dieta animal   Bovinos leiteiros   Vacas   Selênio   Mastite bovina   Qualidade do leite

Resumo

A produtividade pretendida por criadores e técnicos, por meio de certas técnicas de manejo, eventualmente pode levar o animal ao desconforto, comprometendo seu desempenho e estado de saúde. Dessa forma, deve-se estar atento aos agentes estressores para que o ambiente produtivo possa ser otimizado. No entanto, além do ambiente favorável, prover uma dieta equilibrada aos animais é essencial, visto que muitos estudos têm sugerido que o fornecimento de micronutrientes, entre eles o selênio orgânico, pode melhorar, entre outros fatores, a produção e qualidade do leite. Esta pesquisa será desenvolvida no Centro de Análise e Pesquisa Tecnológica do Agronegócio - Bovinos de Leite - do Instituto de Zootecnia, em Nova Odessa/SP, no período de Setembro a Dezembro de 2009, e terá como objetivo avaliar os efeitos da adição de Selênio orgânico na dieta de vacas lactantes sobre os parâmetros fisiológicos indicadores do estresse térmico. Além disso, serão avaliados possíveis incrementos na produção e qualidade do leite, teor de Selênio no leite e ocorrência de mastite em clima quente. A ingestão de matéria seca pelos animais e suas correlações com variáveis ambientais e fisiológicas também serão avaliados. (AU)