Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da microbiota bucal de pacientes com Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa

Processo: 09/14846-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Cristiane Yumi Koga Ito
Beneficiário:Lírian Silva de Figueiredo Freitas
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/50350-7 - Avaliação da microbiota bucal de pacientes com Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa, AP.R
Assunto(s):Bulimia nervosa   Odontologia   Anorexia nervosa   Boca

Resumo

Os Transtornos alimentares como anorexia nervosa e bulimia nervosa são acompanhados de inúmeras complicações clínicas relacionadas ao comprometimento do estado nutricional e às práticas compensatórias inadequadas para o controle do peso. Alterações intra-bucais também podem ocorrer em decorrência da deficiência nutricional e da indução de vômito. Estas modificações podem ter efeito sobre a composição, atividade metabólica e patogenicidade da diversificada microbiota bucal. O objetivo desta etapa do estudo será avaliar diversidade microbiológica existente na cavidade bucal de pacientes com Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa, por meio de métodos moleculares independentes de cultivo. Participarão do estudo 40-50 pacientes do gênero feminino, com idades entre 18 a 35 anos com transtorno alimentar, sendo 20-25 pacientes diagnosticadas clinicamente como portadoras de Anorexia Nervosa e 20-25 com Bulimia Nervosa, que estarão iniciando o tratamento no AMBULIM - IPqHCFMUSP. Para o grupo controle serão selecionados indivíduos saudáveis com perfil semelhante ao grupo de estudo. A coleta das amostras da cavidade bucal, realizada pela técnica de enxágüe bucal. Cinco amostras representativas de cada grupo de pacientes serão selecionadas aleatoriamente para a amplificação de DNA total com iniciadores genéricos para o gene do RNA 16S bacteriano e região do gene 5,8S eucariótico, clonagem e seqüenciamento para a construção de árvores filogenéticas.