Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise político-cultural do mercado de queijos no Brasil a partir do consumidor

Processo: 09/15012-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Marie Anne Najm Chalita
Beneficiário:Fabiana Narumi Kuroda
Instituição-sede: Instituto de Economia Agrícola (IEA). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/50676-5 - Uma análise político-cultural do mercado de queijos no Brasil a partir do consumidor, AP.R
Assunto(s):Sociologia econômica   Consumo

Resumo

O presente projeto visa empreender uma análise político-cultural (FLIGSTEIN, 2001) do mercado de qualidade dos queijos no Brasil a partir das relações de mútua influência existentes em torno das definições de qualidade do produto originárias, de um lado, do consumidor e, de outro lado, das principais organizações empresariais e algumas iniciativas associativas deste mercado. A principal hipótese orientadora da pesquisa é que os atributos de qualidade que operam no mercado brasileiro apontam para uma ênfase na estratégia industrial de diferenciação e não na estratégia de singularização, pouco qualificando o mercado de queijos tanto no plano do consumo quanto no plano da produção, mantendo-o subordinado ao mercado mundial e caracterizado por um débil processo de coordenação interno. A reflexão teórica parte do sub-campo da sociologia econômica e sua interface com a Economia das Convenções (EYMARD-DUVERNAY, 1989) e a Economia das Singularidades (KARPIC, 2007) com vistas a compreender a legitimação e consolidação da problemática do consumo (BARBOSA e CAMPBELL, 2007; WARDE, 1997; FEATHERSTONE, 2007; MCCRACKEN, 2003; DOUGLAS e ISHERWOOD, 1996) nos mercados de qualidade. A pesquisa empírica investigará a caracterização sócio-cultural de grupos de consumidores em três pontos de venda na cidade de São Paulo (Rua Santa Rosa, Empório Santa Luzia e Mercado Municipal), os processos de definição da qualidade no mercado junto à Associação Brasileira de Indústrias de Queijo (ABIC) e junto à algumas iniciativas governamentais e não-governamentais de valorização dos produtos nacionais e dados da Pesquisa de Orçamento Familiar. Além de revisão bibliográfica, a metodologia está baseada em entrevistas estruturadas, semi-estruturadas e análise multivariada.