Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de um preparado de anticorpos policlonais como aditivo alimentar para bovinos

Processo: 09/15242-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Mazza Rodrigues
Beneficiário:Tarley Araujo Barros
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/55776-5 - Avaliacao de um preparado de anticorpos policlonais como aditivo alimentar para bovinos, AP.R
Assunto(s):Ruminantes   Aditivos   Fermentação ruminal   Nutrição animal

Resumo

O presente projeto de pesquisa visa aprofundar os conhecimentos acerca de um potencial aditivo alimentar para bovinos. Para tal, o projeto contará com três diferentes experimentos. O aditivo alimentar avaliado será o preparado de anticorpos policlonais de origem aviária, produzido para agir contra as bactérias ruminais Streptococccus bovis, Fusobacterium necrophorum e várias cepas de bactérias proteolíticas como Clostridium stricklandi, Clostridium aminophilum e Peptostreptococcus anaerobius. No experimento 1 será avaliado o efeito de diferentes níveis de inclusão do preparado de anticorpos policlonais em dietas de alta proporção de concentrado para fêmeas bovinas fistuladas no rúmen. No experimento 2 será avaliado o efeito da utilização de duas fontes protéicas em dietas com alta proporção de concentrado suplementadas com o preparado de anticorpos policlonais. No experimento 3 será avaliado o comportamento do preparado de anticorpos policlonais em relação à adaptação dos animais a dietas de alta proporção de concentrado. Em todos os ensaios será realizada uma detalhada avaliação do ambiente ruminal através da mensuração do consumo alimentar de matéria seca (CMS) e parâmetros de fermentação ruminal (pH do líquido ruminal, concentração de ácidos graxos de cadeia curta e nitrogênio amoniacal), bem como a determinação da degradabilidade in situ da matéria seca (MS) e fibra em detergente neutro (FDN) de uma fonte de fibra, MS e proteína bruta (PB) de uma fonte de proteína e MS e amido de uma fonte energética, bem como avaliação da digestibilidade in vivo.