Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo topográfico da analgesia induzida por estimulação elétrica transdural do crtex motor de ratos. mecanismos evolvidos na plasticidade nociceptiva

Processo: 09/16388-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Erich Talamoni Fonoff
Beneficiário:Rodrigo Antonio Fernandes
Instituição-sede: Hospital Sírio-Libanês. Sociedade Beneficente de Senhoras (SBSHSL). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/50940-4 - Estudo topográfico da analgesia induzida por estimulação elétrica transdural do córtex motor de ratos: mecanismos envolvidos na plasticidade nociceptiva, AP.R
Assunto(s):Córtex motor   Neuroestimulação   Dor   Analgesia   Ratos

Resumo

A estimulação subliminar do córtex motor tem sido utilizada para o tratamento de pacientes com síndromes neuropáticas dolorosas resistentes a outros tratamentos convencionais. Dados experimentais sugerem que o córtex motor também está envolvido na modulação da resposta nociceptiva em animais normais, no entanto, os mecanismos envolvidos neste efeito ainda não foram, até o momento, esclarecidos. Dados obtidos por nosso grupo demonstram que a estimulação elétrica transdural do córtex motor de ratos normais induz analgesia significativa e específica em modelo experimental de avaliação da sensibilidade dolorosa, sendo este efeito mediado por opióides. Resultados recentes obtidos por nosso grupo demonstram que analgesia induzida por estimulação cortical inibe a ativação neuronal na substância cinzenta periaquedutal (PAG), importante centro do sistema inibidor de dor, visto pela inibição da expressão do proto-oncogene Egr-1. Neste estudo será investigada a possível topografia do efeito antinociceptivo induzido pela estimulação do córtex motor em ratos e a avaliará os possíveis mecanismos envolvidos neste efeito. Para tanto serão realizados ensaios in vivo de avaliação da sensibilidade dolorosa para estudo da topografia da antinocicepção. Ainda será avaliado o efeito da estimulação elétrica do córtex motor no ritmo de disparos neuronais em núcleos talâmicos (específicos e inespecíficos) e na PAG do mesencéfalo por meio de eletrofisiologia. Os possíveis mecanismos envolvidos nesse efeito serão avaliados por ensaios in vitro de imunohistoquimica, imunobloting e RT-PCR os quais sinalizarão o grau de síntese protéica e de morte celular, bem como os possíveis receptores envolvidos fornecendo dados dos efeitos locais e de circuitos à distância da estimulação cortical. Os dados obtidos permitirão uma melhor elucidação dos mecanismos envolvidos na analgesia induzida pela estimulação do córtex motor e sua possível organização topográfica, fenômeno que até o presente momento, não foi descrito. Esses dados poderão futuramente auxiliar no tratamento de pacientes com dor neuropática resistente aos tratamentos convencionais.