Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle epigenético da expressão gênica na carcinogênese mamária: investigação de genes candidatos a supressores tumorais mapeados em 3p21.3

Processo: 10/01170-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Claudia Aparecida Rainho
Beneficiário:Natállia Carrion Teodoro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/59110-9 - Controle epigenético da expressão gênica na carcinogênese mamária: investigação de genes candidatos a supressores tumorais mapeados em 3p21.3, AP.R
Assunto(s):Epigênese genética   Genes supressores de tumor   Metilação de DNA   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)   Expressão gênica

Resumo

O termo epigenética refere-se a um conjunto de fatores que atuam na regulação da expressão gênica em associação com a informação determinada pela seqüência do DNA. Várias doenças humanas, incluindo as autoimunes e o câncer, foram associadas à perda da regulação epigenética. As alterações dos padrões de metilação do DNA e de acetilação das histonas possuem um papel central no desenvolvimento e progressão de vários cânceres Os perfis anormais de metilação representam um dos mais promissores marcadores moleculares do câncer e estão sendo utilizados no diagnóstico precoce, como parâmetro prognóstico e como novo alvo terapêutico. Considerando a estrutura da região alvo caracterizada por uma alta densidade de ilhas CpGs, a função individual de 10 genes candidatos a supressores tumorais mapeados num agrupamento mapeado em 3p21.3, propomos este estudo com a finalidade de investigar se estes genes são inativados epigeneticamente em carcinomas mamários e se um mecanismo coordenado de regulação do tipo long-range epigenetic silencing poderia levar à perda simultânea da função de múltiplos genes neste loco. O estudo baseia-se na identificação da expressão diferencial dos genes candidatos após o tratamento de linhagenes celulares derivadas de carcinomas mamários tratadas com agentes desmetilantes (5´aza 2´deoxicitidina) ou com inibidores das desacetilases de histonas (tricostatina A). As ilhas CpG dos genes mostrando evidências de regulação epigenética serão posteriormente caracterizadas quando ao padrão de metilação. Adicionalmente, estas regiões alvo também serão avaliadas pela imunoprecipitação da cromatina com anticorpos para histona H3 acetilada.