Busca avançada
Ano de início
Entree

Interferências de estímulos visuais na produção escrita de surdos sinalizadores com e sem queixas de alterações na escrita

Processo: 10/02037-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Maria Silvia Cárnio
Beneficiário:Karen Barros Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/11478-0 - Interferências de estímulos visuais na produção escrita de surdos sinalizadores com e sem queixas de alterações na escrita, AP.R
Assunto(s):Linguagem de sinais   Surdez   Percepção visual   Escrita

Resumo

O desenvolvimento das competências em leitura e escrita para os surdos é fundamental para o acesso à sociedade letrada, incluindo a qualidade educacional, profissional e participação efetiva dessa população na sociedade como um todo. O fonoaudiólogo tem papel importante na construção de estratégias para adaptação dos programas educacionais para surdos, fazendo uso de recursos visuais que facilitem a comunicação com os surdos e compreendendo as diferenças linguísticas entre a língua de sinais e a língua portuguesa escrita. Objetivo: analisar a relação entre diferentes tipos de estímulos visuais e as produções escritas de surdos sinalizadores com e sem queixas de alterações na escrita. Esta pesquisa compreenderá três estudos: 1) Produção escrita de sujeitos surdos sinalizadores sem queixa de alterações na escrita com base em diferentes tipos de estímulos visuais; 2) Produção escrita de sujeitos surdos sinalizadores com queixa de alteração na escrita com base em diferentes tipos de estímulos visuais, 3) Produção escrita de sujeitos ouvintes sem queixa de alterações na escrita com base em diferentes tipos de estímulos visuais. Método: participarão 30 estudantes surdos sem queixas de alterações de escrita, 30 estudantes surdos com queixas de alterações de escrita; 30 estudantes ouvintes sem queixas de alterações de escrita. Serão solicitadas aos sujeitos selecionados produções escritas a partir de diferentes tipos de estímulos visuais: uma figura de ação e uma sequência de figuras. As produções serão analisadas e comparadas de forma qualitativa e quantitativa. (AU)