Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da Influencia dos Genes Envolvidos na Metabolização do Estrógeno na Doença de Graves e no Carcinoma Diferenciado da Tiróide

Processo: 10/01090-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Laura Sterian
Beneficiário:Mariana Bonjiorno Martins
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/06261-2 - Estudo da influência dos genes envolvidos na metabolização do estrógeno na doença de Graves e no carcinoma diferenciado da tiróide, AP.R
Assunto(s):Fatores de risco   Endocrinologia   Doença de Graves   Glândula tireoide

Resumo

Tanto a doença de Graves como o câncer da tiróide são patologias de etiologia provavelmente multifatorial e envolvem uma interação entre meio ambiente e fatores genéticos de predisposição. Ambas as doenças apresentam elevada prevalência no Brasil assim como no resto do mundo e possuem nítida preferência pelo sexo feminino. Mais ainda, existem evidências de que estas doenças se comportam e maneira diferente nos homens e nas mulheres. Variações no metabolismo do estrógeno poderiam estar associadas a estas diferenças já que, mais do que os hormônios em si, seus metabólitos podem causar dano ao material genético. A herança de polimorfismos de genes relacionados com a metabolização e com a detoxificação de xenobióticos e de endobióticos desempenha um importante papel na suscetibilidade a doenças. Esta herança é muito relacionada à etnia de modo que, para comparar nossos resultados recentemente publicados na doença de Graves e os que serão obtidos no atual projeto em brasileiros com os de outra população, desenvolvemos parceria com o grupo do Prof. Wilmar M. Wiersinga (Holanda, Países Baixos) que nos enviou 300 amostras de DNA de pacientes europeus com doença de Graves.O presente projeto visa analisar polimorfismos dos genes envolvidos na biosíntese e excreção do estrógeno em um grupo de 195 pacientes de câncer diferenciado da tiróide; de 300 pacientes com doença de Graves brasileiros; 300 pacientes com doença de Graves europeus, comparados com 300 indivíduos controle brasileiros pareados para sexo, idade e exposição a fatores ambientais. Devemos analisar o impacto da herança dos polimorfismos de CYP17, HSD17 ²1, CYP1A1 m1, CYP1A2*1F, CYP1B1 códon 432 e 119, CYP19A1, COMT, UGT1A1*28, SULT1A1 e SULT1E1 na suscetibilidade e na evolução das duas doenças e sua associação com outros fatores de risco conhecidos e com outros genes previamente estudados nestes casos pelo nosso grupo.