Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo topográfico da analesia induzida por estimulação elétrica transdural do córtex motor de ratos. mecanismos envolvidos na plasticidade nociceptiva

Processo: 10/04464-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Erich Talamoni Fonoff
Beneficiário:Nubia Regina Moreira França
Instituição-sede: Hospital Sírio-Libanês. Sociedade Beneficente de Senhoras (SBSHSL). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/50940-4 - Estudo topográfico da analgesia induzida por estimulação elétrica transdural do córtex motor de ratos: mecanismos envolvidos na plasticidade nociceptiva, AP.R
Assunto(s):Córtex motor   Neuroestimulação   Dor   Analgesia   Ratos

Resumo

A estimulação subliminar do córtex motor tem sido utilizada para o tratamento de pacientes com síndromes neuropáticas dolorosas resistentes a outros tratamentos convencionais (Tsubokawa et al., em 1990; 1991; Nguyen et al., 2000). Dados experimentais sugerem que o córtex motor também está envolvido na modulação da resposta nociceptiva normal, no entanto, os mecanismos envolvidos neste efeito ainda não foram, até o momento, esclarecidos (Senapati et al., 2005; Rusina et al., 2005; Vaculín et al., 2008). Dados obtidos por nosso grupo demonstram que a estimulação elétrica transdural do córtex motor de ratos normais induz analgesia significativa e específica em modelo experimental de avaliação da sensibilidade dolorosa, sendo este efeito mediado por opióides (Fonoff et al., 2009a). Resultados recentes obtidos pelo nosso grupo demonstram que analgesia induzida por estimulação cortical inibe a ativação neuronal na substância cinzenta periaquedutal (PAG), importante centro do sistema inibidor de dor, visto pela inibição da expressão do proto-oncogene Egr-1. Objetivos: Neste projeto será investigada a possível topografia do efeito antinociceptivo induzido pela estimulação do córtex motor em ratos e a avaliará os possíveis mecanismos envolvidos neste efeito. Para tanto serão realizados ensaios in vivo de avaliação da sensibilidade dolorosa para estudo da topografia da antinocicepção. Os possíveis mecanismos envolvidos nesse efeito serão avaliados por ensaios in vitro de imuno-histoquimica, os quais sinalizarão o grau de síntese protéica e de morte celular, bem como os possíveis receptores envolvidos fornecendo dados dos efeitos locais e de circuitos à distância da estimulação cortical. Os dados obtidos permitirão uma melhor elucidação dos mecanismos envolvidos na analgesia induzida pela estimulação do córtex motor, fenômeno que até o presente momento, não foi descrito. Esses dados poderão futuramente auxiliar no tratamento de pacientes com dor neuropática resistente aos tratamentos convencionais. Plano de trabalho:Serão utilizados ratos Wistar, machos, adultos. Os animais receberão implantes epidurais de eletródios nas regiões do córtex referentes à cauda e vibriças. A estimulação elétrica será realizada de acordo com os padrões descritos anteriormente por nosso grupo (Fonoff et al., 2009b). Animais operados mas não estimulados serão utilizados como controle. (Para avaliação da sensibilidade dolorosa serão utilizados os seguintes testes: a) Teste de retirada da cauda (D´Amour e Smith, 1941), realizado de acordo com o método descrito por Paronis e Holtzman (1991); b) Determinação da alodinia mecânica, avaliada por ensaio quantitativo, em resposta a estímulo tátil, segundo método descrito por Denadai-Souza (2008). Após a avaliação da sensibilidade dolorosa, será avaliado o grau de ativação neuronal por ensaio de imuno-histoquímica para os proto-oncogenes c-fos e Egr-1 (diluídos a 1:1000, Santa Cruz). A imunorreatividade será analisada ao microscópio de luz e quantificações serão realizadas com o programa Image (NIH).