Busca avançada
Ano de início
Entree

Células Dendríticas: Elementos integradores do sistema imune - enfoque aplicado

Processo: 10/09664-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Jose Alexandre Marzagão Barbuto
Beneficiário:Giovana Toledo Alonso
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/54599-5 - Células dendríticas: elementos integrados do sistema imune - enfoque aplicado, AP.TEM
Assunto(s):Fusão celular   Interferência de RNA   Neoplasias   Imunoterapia   Imunorregulação   Células dendríticas

Resumo

As células dendríticas (DCs) constituem elementos-chave na definição das conseqüências do encontro do organismo com qualquer antígeno. Dependendo da maneira pela qual estas células interagem com os linfócitos T, os padrões de resposta do sistema são definidos, podendo variar desde a tolerância até a eliminação do antígeno ou o estabelecimento de estados imunopatológicos. Nosso laboratório tem se dedicado ao estudo das DCs e constatado diversos comportamentos intrigantes destas células, principalmente em pacientes com câncer. Frente a isto, o presente projeto pretende dar prosseguimento a estudos das células dendríticas humanas, buscando contribuir para a compreensão de seu papel na fisiologia do sistema imune, na saúde e na doença, e dos mecanismos celulares e moleculares pelos quais elas o fazem. Isto será buscado pelo desenvolvimento, inicialmente, de nove subprojetos: dois que investigam as DCs em suas funções fisiológicas, sem interferência de condições patológicas; outros três que investigam o comportamento das DCs em situações de estresse causado pelo câncer ou pelo tratamento do mesmo; e quatro que procuram entender e desenvolver estratégias de interferência no comportamento das DCs como instrumentos terapêuticos. No desenvolvimento do projeto, o laboratório implantará, padronizará e utilizará metodologias diversas, que vão da cultura de células ao silenciamento gênico por RNAs de interferência, permitindo uma análise abrangente do comportamento biológico das DCs e oferecendo boa oportunidade de treinamento e formação aos alunos envolvidos. Como objetivo geral e de fundo, o projeto pretende fornecer subsídios para a elaboração de uma visão integrada do sistema imune onde as DCs representem indicadores do estado dinâmico do sistema e cuja análise facilite abordagens imunomoduladoras.