Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de vacina anti-carrapatos estudo do proteoma e imunoproteoma salivar do carrapato dos bovinos, Rhipicephalus (Boophilus) microplus, para identificação e caracterização de antígenos, especialmente antígenos silenciosos

Processo: 10/10234-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Isabel Kinney Ferreira de Miranda Santos
Beneficiário:Lauren Cristina da Silva Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/53645-3 - Desenvolvimento de vacina anti-carrapatos: estudo do proteoma e imunoproteoma salivar do carrapato dos bovinos, Rhipicephalus, para identificação e caracterização de antígenos, AP.R
Assunto(s):Proteoma   Transcriptoma   Glândulas salivares   Carrapatos   Vacinas

Resumo

Antecedentes Estudo do transcriptoma de glândulas salivares do carrapato R. microplus alimentados em bovinos geneticamente suscetíveis ou resistentes ao parasita mostrou que o nível de imunidade do hospedeiro afeta a expressão gênica nesses tecidos. Ainda, soros de bovinos geneticamente resistentes e suscetíveis ao carrapato e imunes por meio de infestações reconhecem perfis distintos de proteínas salivares de R. microplus, sendo que apenas 20% do salivoma é reconhecido. Hipóteses Proteínas secretadas na saliva do carrapato constituem antígenos eficazes porque a saliva medeia os mecanismos do parasitismo e estimulará memória imunológica quando da re-exposição do bovino vacinado a carrapatos; Uma vacina anti-carrapato deve ser multicomponente e induzir anticorpos que neutralizem componentes da saliva; As proteínas salivares que não são imunogênicas ("silenciosas") durante infestações naturais são os principais mediadores do parasitismo e por isso são antígenos importantes. Metas e Métodos 1) Sequenciar bibliotecas de cDNA em plataforma 454/Titanium para aumentar o banco de ESTs de R. microplus, espécie que não tem genoma estrutural descrito, e subsidiar estudos proteômicos; 2) Por meio de MudPIT descrever, de forma comparativa, o salivoma de carrapatos alimentados em bovinos suscetíveis ou resistentes; 3) Por meio de géis de proteínas separadas com tecnologia 2-D DIGE e western blots descrever, de forma comparativa, imunosalivomas de carrapatos alimentados em bovinos suscetíveis ou resistentes; 4) Por meio de spot-picking, digestão in-gel e espectrometria de massa dos fragmentos peptídicos obter a seqüência e função dos antígenos silenciosos identificados no item 3. Resultados Esperados: Antígenos que protejam bovinos contra infestações com carrapatos serão identificados. Os resultados também poderão abrir uma nova via de investigação sobre imunodominância e imunogenicidade de antígenos parasitários.