Busca avançada
Ano de início
Entree

Materiais multicomponentes poliméricos

Processo: 10/12874-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Maria Isabel Felisberti
Beneficiário:Alexandrina Aparecida Costa Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/02098-0 - Materiais poliméricos multicomponentes, AP.R
Assunto(s):Blendas   Copolímeros   Polímeros (química orgânica)

Resumo

Plano de Atividades para Bolsas de Treinamento Técnico: Processamento de Polímeros. Justificativa: o grupo de pesquisa vem desenvolvendo projetos que envolvem processamento de polímeros. O Laboratório de Processamento de Polímeros do Instituto de Química conta com a seguinte infraestrutura que permite o processamento de polímeros em misturadores internos, extrusoras, calandra e injetora: *Extrusora monorosca Worte, degasagem, 5 zonas de aquecimento, calha de resfriamento e picotador. *Extrusora dupla rosca Werner Pfleiderer ZSK 26. *Extrusora dupla rosca Coperion ZSK 26.*Moinho aberto de rolos com controle de temperatura. *Reometro de torque Haake com misturadora e extrusora. *Máquina Universal de Ensaios EMIC interfaceada a computador. *Injetora ARBURG All rounder M-250. Este laboratório atende a todos os grupos de pesquisa do Instituto de Química e de outras faculdades da UNICAMP que atuam na área de polímeros. Historicamente este laboratório sempre contou com estagiários de cursos técnico em plástico e com pós-graduandos para o seu funcionamento. A presença de um técnico é sempre importante para garantir o bom funcionamento e operação adequada dos equipamentos, assim como por questões de segurança. Hoje em dia, por questões de segurança é expressamente proibida a operação de máquinas neste laboratório sem o acompanhamento de técnicos devidamente treinados. A proposta apresentada envolve a preparação de blendas, compósitos e nanocompósitos por mistura mecânica. Portanto, há uma real necessidade de um técnico devidamente treinado nos diversos equipamentos disponíveis no laboratório de Processamento de Polímeros. O perfil minimamente desejado para este profissional é de técnico em plásticos. Plano de atividades do bolsista: o programa de atividades do bolsista será baseado na experiência anterior deste grupo, no treinamento em processamento em diferentes equipamentos: 1) leitura de material básico e introdutório à segurança de laboratório e normas de segurança do Instituto de Química da UNICAMP e avaliação do bolsista sobre questões relacionadas à segurança (1ª semana); 2) leitura de material básico e introdutório à processamento de polímeros (2 semanas); 3) reuniões de avaliação do aprendizado do bolsista, sobre os fenômenos básicos de processamento de polímeros, seguidas de leituras complementares (1 semana); 4) sessões de prática supervisionada de operação do Reômetro Haake (2 semanas); 5) sessões de prática supervisionada de operação da extrusora monorosca (2 semanas); 6) sessões de prática supervisionada de operação da extrusora dupla rosca (2 semanas); 7) sessões de prática supervisionada de operação da injetora (2 semanas); 8) sessões de prática supervisionada de operação da máquina universal de ensaios (2 semanas); Simultaneamente às sessões práticas, o bolsista será introduzido aos manuais dos equipamentos, com destaque na operação e em normas de segurança. A partir desse ponto, o bolsista estará pronto para executar de maneira independente ensaios de processamento e caracterização de polímeros. O bolsista deverá sempre acompanhar os alunos envolvidos no projeto no preparo de amostras e sua caracterização nos equipamentos disponíveis no referido laboratório. Resultado esperado: um técnico em processamento de polímeros, capaz de operar de forma independente os diversos equipamentos disponíveis no Laboratório de Processamento de Polímeros e de contribuir para a manutenção e aperfeiçoamento das facilidades de processamento, assim como de acompanhar e treinar os usuários. (AU)