Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de genes do sistema renina-angiotensina e da atividade dos receptores de Angiotensina II em prole de mães submetidas a alterações no ambiente peri-natal.

Processo: 10/15773-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de outubro de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Joel Claudio Heimann
Beneficiário:Regiane Machado de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/01489-5 - O sistema renina-angiotensina em prole de mães submetidas a alterações no ambiente perinatal, AP.TEM
Assunto(s):Nefrologia   Sistema renina-angiotensina

Resumo

Resumo: O ambiente intra-uterino é considerado um dos principais fatores de influência para a programação de doenças na vida adulta. Modificações na dieta materna durante o período perinatal podem gerar repercussões na prole adulta. O consumo de sal na dieta materna, restrição ou sobrecarga, durante a gestação e lactação, são fatores ambientais que predispõe o desenvolvimento de resistência à insulina e hipertensão arterial na vida adulta. Em trabalhos prévios deste laboratório, Lopes e colaboradores demonstraram que a prole masculina adulta de ratas alimentadas com dieta hipossódica (HO), tem menor massa cardíaca comparada com prole masculina adulta de ratas alimentadas com dieta normossódica (NR) pelo mesmo período. Esta diferença não foi observada na prole do grupo materno de dieta HO que recebeu captopril durante gestação e lactação, o qual sugere que modificações do SRA materno em função da variação do conteúdo de sódio da dieta materna, podem alterar a organogênese cardíaca fetal com repercussões na prole adulta. Num estudo posterior, a prole de mães que receberem restrição de sal na dieta durante o período perinatal apresentou menor peso ao nascer associada à resistência à insulina na vida adulta. Como hipótese, é plausível a participação do SRA, ativado pela dieta HO, nos mecanismos de resistência à insulina nestes animais. Uma vez que Estudos epidemiológicos conhecidos como LIFE, VALUE e CHARM mostraram os efeitos benéficos do bloqueio do SRA com losartan na reversão da resistência à insulina. Em função do exposto, estes estudos geraram diversos questionamentos que serão respondidos nos projeto de pesquisa (sub-projeto 1 e su-projeto 2 do temático) ao qual a bolsista de TT estará vinculada. A bolsista terá como atividade avaliar o papel dos genes do SRA nas alterações cardíacas e na resistência à insulina observada na prole adulta de ratas Wistar submetidas às dietas com diferentes conteúdos de sal durante o ambiente intra-uterino.Descrição dos objetivos: a estratégia principal será fornecer todos os subsídios para a formação de um técnico de nível superior com capacidade para planejar, padronizar e executar novas metodologias e conhecimento cientifico para a interpretação dos resultados obtidos.Como objetivo dentro do projeto temático esta bolsista tentará entender melhor os mecanismos envolvidos na associação entre variação do conteúdo de sal durante o período perinatal e doenças (hipertrofia cardíaca e resistência à insulina) na prole adulta. Para isto fará avaliação da expressão gênica (mRNA) dos componentes do SRA e atividade dos receptores AT1 e AT2 da AII no tecido cardíaco e nos tecidos sensíveis a ação da insulina em prole adulta, nascida de mães submetidas à sobrecarga ou restrição de sal durante a gestação e lactação.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)