Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de diferentes tipos e concentrações de ativadores químicos e da fotoativação na eficiência clareadora

Processo: 10/17246-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Carlos Rocha Gomes Torres
Beneficiário:Carolina Anne Guimarães
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/50912-8 - Influência de diferentes tipos e concentrações de ativadores químicos e da fotoativação na eficiência clareadora, AP.R
Assunto(s):Dentística   Estética dentária   Clareamento de dente   Peróxido de hidrogênio

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar a eficiência de diferentes tipos e concentrações de ativadores químicos em aumentar a efetividade do gel clareador a base de peróxido de hidrogênio a 35%, em relação à ativação física empregando luz azul. Serão utilizados 270 dentes incisivos bovinos dos quais serão obtidos 540 discos de esmalte-dentina, com 3mm de diâmetro, utilizando-se broca tipo trefina. A leitura inicial da cor dos espécimes será realizada com o espectrofotômetro CM2600d (Konica Minolta). Será utilizado para todos os grupos um gel de peróxido de hidrogênio a 35% manipulado em nosso laboratório. Para avaliação dos ativadores químicos, os espécimes serão divididos em grupos de acordo com o tipo e a concentração de ativador adicionado: GM - Gluconato de Manganês (0,01%, 0,02% e 0,03%), CM - Cloreto de Manganês (0,01%, 0,02% e 0,03%), GF - Gluconato Ferroso (0,01%, 0,02% e 0,03%), CF - Cloreto Férrico (0,01%, 0,02% e 0,03%) e SF - Sulfato Ferroso (0,001%, 0,002% e 0,003%). O grupo AL receberá a ativação com a luz azul proveniente do aparelho Bright Max II (MM Optics). Serão preparados dois grupos controle, sendo eles um grupo controle positivo (CP), na qual não será adicionado nenhum ativador químico ao gel clareador, e um grupo controle negativo (CN), onde os espécimes não serão clareados e serão apenas submersos em saliva artificial. Sobre a superfície de esmalte serão realizadas 3 aplicações do gel clareador por 10 min cada, a qual será repetida após 7 dias, totalizando 2 sessões de 30 minutos. Serão feitas avaliações de cor 24 horas após da primeira sessão e 24 horas após a segunda sessão. Os espécimes serão armazenados em saliva artificial e novamente avaliados após 6 meses e 1 ano. Os dados serão analisados pelos testes de análise da variância paramétrica (ANOVA) de medidas repetidas e teste de Tukey. (AU)