Busca avançada
Ano de início
Entree

Acordos de transferência de materiais envolvendo o Projeto BIOEN

Processo: 10/18731-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Economias Agrária e dos Recursos Naturais
Convênio/Acordo: CNPq - Pronex
Pesquisador responsável:José Maria Ferreira Jardim da Silveira
Beneficiário:Vitor Kamada
Instituição-sede: Instituto de Economia (IE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58041-6 - Desenho organizacional do programa BIOEN: propriedade intelectual, mecanismos de incentivo e avaliação e impactos, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Recursos genéticos   Biotecnologia   Propriedade intelectual

Resumo

O projeto visa atender a um dos componentes da chamada do PROGRAMA BIOEN relacionado a questões de propriedade intelectual e transferência tecnológica. Trata-se de um projeto multidisciplinar, que articula questões econômicas, de gestão de ativos, de formação de redes sociais aos componentes científicos e técnicos das pesquisas que estão sendo selecionadas para compor o programa de estudos em bioenergia. O projeto tem como objetivo geral a simulação em um desenho organizacional que envolva os projetos do programa BIOEN a partir de três enfoques básicos: a) análise das demandas decorrentes de instintas formas de propriedade intelectual de tecnologias, insumos e materiais genéticos que possam bloquear ou criar situações de risco para a continuidade de projetos específicos e mesmo do programa; b) análise preparatória de planos de negócio com base na construção de modelos de exploração econômica dos resultados da pesquisa do BIOEN em vários níveis, de produtos intermediários, insumos a produtos finais, por exemplo, novas variedades melhoradas. Inclui também a relação entre os distintos projetos com um sistema de incentivos e de cenários de formação de parcerias para desenvolvimento de produtos. Os modelos devem ser construídos a partir da formação de redes que identifiquem famílias de patentes, redes de citações e estudos de casos sobre atribuição de propriedade intelectual em biotecnologia vegetal, com foco na área de bioenergia; c) Um bloco de avaliação de impactos ex-ante, que forneça subsídios para a formulação de planos de negócio com base na valoração dos resultados de pesquisa. (AU)