Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do transplante de células precursoras neurais em modelos experimentais de epilepsia e ansiedade

Processo: 11/00397-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Beatriz de Oliveira Monteiro
Beneficiário:Luís Bruno da Cruz e Alves de Moraes
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/00120-8 - Efeito do transplante de células precursoras neurais em modelos experimentais de epilepsia e ansiedade, AP.R
Assunto(s):Transplantes   Epilepsia   Neurofisiologia   Ansiedade

Resumo

O objetivo deste projeto é investigar o efeito do transplante de células precursoras de interneurônios inibitórios na ansiedade e no desenvolvimento de crises epilépticas. Foi demonstrado recentemente que células precursoras de interneurônios inibitórios, retiradas da eminência gangliônica medial durante o desenvolvimento do embrião, migram para áreas do córtex, amadurecem e se diferenciam em neurônios GABAérgicos. A funcionalidade dessas células no animal adulto pode ser avaliada através da verificação do limiar para desencadeamento de crises convulsivas, e de testes comportamentais e motores. É esperado que os animais transplantados apresentem alteração (proteção) no limiar para indução de crises convulsivas, e diminuição de atividade nos testes comportamentais. Esses dados podem sugerir que as células transplantadas sejam funcionais e ajudam a esclarecer aspectos intrínsecos de células precursoras neurais, além dos mecanismos básicos que modulam crises convulsivas e comportamentos exacerbados. A proposta do presente projeto é suprir a demanda de procedimentos de manipulação de células tronco e experimentos em epilepsia com apoio técnico qualificado pela contratação de bolsista desta categoria. Atualmente o laboratório de Neurofisiologia carece de técnicos de nível superior, e para que seja executado, o projeto demanda apoio técnico qualificado. Solicito, portanto, uma bolsa de Treinamento Técnico para um técnico de nível superior (TT3). A participação do técnico será fundamental para o desenvolvimento do projeto. Basicamente, a equipe trabalhará no tratamento com células neurais fetais in vitro e in vivo por diferentes modelos animais de epilepsia; na avaliação por técnicas comportamentais para verificar a funcionalidade in vivo do transplante; e na análise morfológica por técnicas histológicas e imunohistoquímicas.