Busca avançada
Ano de início
Entree

Imunização de ovinos contra Haemonchus contortus: efeito da vacina no ganho de peso dos animais e na contaminação da pastagem por larvas infectantes

Processo: 11/03806-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Helmintologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Alessandro Francisco Talamini Do Amarante
Beneficiário:Maria Erika Picharillo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Ovinos   Vacinas

Resumo

Este experimento terá por objetivo avaliar o grau de contaminação da pastagempor larvas de terceiro estágio (L3) de nematódeos gastrintestinais e o ganho de peso deovelhas e cordeiros que foram vacinados com antígenos oriundos da membranaintestinal de Haemonchus contortus. Serão utilizadas 33 ovelhas da raça Bergamácia asquais serão distribuídas por sorteio em três grupos experimentais: Grupo 1 (n=11),controle, inoculado apenas com o adjuvante da vacina, QuilA; Grupo 2 (n=11),vacinado com 5 ¼g da vacina; Grupo 3 (n=11), vacinado com 50 ¼g da vacina. Depoisde separadas em três grupos, as ovelhas pastejarão de forma rotacionada em novepiquetes contíguos, três piquetes por grupo, com 0,3 hectares de área cada, ondepermanecerão por um período de 10 dias em cada um deles. As ovelhas do Grupo 1ocuparão os piquetes de números 1, 4 e 7, as do Grupo 2 os piquetes de números 2, 5 e 8e as do Grupo 3 os piquetes de números 3, 6 e 9. Serão aplicadas quatro doses da vacinanas ovelhas: três antes da parição e uma quatro semanas após o parto. Os cordeirosfilhos das ovelhas de cada grupo também constituirão os mesmos três gruposexperimentais: Grupo 1, controle; Grupo 2, vacinado com 5 ¼g da vacina e Grupo 3vacinado com 50 ¼g da vacina. Os cordeiros receberão cinco doses da vacina, as trêsprimeiras doses com intervalos de três semanas cada e as duas últimas doses comintervalos de seis semanas. Semanalmente, os animais serão pesados e amostras decapim serão colhidas para a determinação do número de larvas infectantes denematódeos gastrintestinais por quilograma de matéria seca.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BASSETTO, C. C.; PICHARILLO, M. E.; NEWLANDS, G. F. J.; SMITH, W. D.; FERNANDES, S.; SIQUEIRA, E. R.; AMARANTE, A. F. T. Attempts to vaccinate ewes and their lambs against natural infection with Haemonchus contortus in a tropical environment. International Journal for Parasitology, v. 44, n. 14, p. 1049-1054, DEC 2014. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.