Busca avançada
Ano de início
Entree

Coleta e manutenção de peixes para experimentação científica e auxílio em atividades de laboratório

Processo: 10/10198-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Eduardo Alves de Almeida
Beneficiário:Luis Virgilio Gabriel Azevedo
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/03873-1 - Estudo de variações bioquímicas em tilápias, como biomarcadores de contaminação ambiental, AP.JP
Assunto(s):Ecotoxicologia

Resumo

Uma das atividades que toma bastante tempo em nossas pesquisas é a obtenção dos peixes. Para a obtenção das tilápias e cascudos necessários para os experimentos previstos no projeto, temos de estar sempre indo atrás de fornecedores que nem sempre nos disponibilizam animais. Inicialmente, para obtermos as tilápias tínhamos de entrar em contato com inúmeros criadores e ir buscando aos poucos os peixes que nos forneciam, nem sempre nos tamanhos adequados às nossas condições. No início de 2008, conseguimos um bom contato com a empresa Tilápias do Brasil, na cidade de Buritama, SP, através de seu nutricionista, que sempre nos disponibilizou tilápias quando precisávamos, nas quantidades solicitadas. Entretanto, nosso contato saiu da empresa sendo substituído por outro funcionário que passou a nos negar todos pedidos de tilápias. Assim que temos conseguido agora via empresa Escama Forte, na cidade de Zacarias (SP). Apesar de termos conseguido com muito esforço os animais, temos de estar constantemente em contato e alertas, para que na primeira oportunidade em que apareçam peixes para venda ou doação, possamos estar prontos para busca-los. Nem sempre temos disponibilidade para um dia envolvido nas coletas, mas sempre temos de arranjar formas para isso. Quanto aos cascudos, temos conseguido através do Centro de Aqüicultura da Unesp, através do Prof. João Batista. Geralmente coletam os peixes quando da limpeza de seus tanques ou em coletas de peixes feitas no Estado, e aos poucos os juntam até chegar a um número de animais adequados para nossos experimentos. Isto também requer contatos constantes para obtermos informações sobre a disponibilidade dos peixes, para que possamos ir busca-los em Jaboticabal. Este esforço na busca de peixes tem tomado bastante de meu tempo e dos alunos envolvidos no projeto e, de forma a melhorar a logística de obtenção e manutenção dos peixes, solicito a presente bolsa TT3, para que tenha um aluno recém formado 100% disponível e em constante contato com potenciais fornecedores de peixes e, no caso da disponibilidade dos mesmos, estar pronto a busca-los. Recebi ano passado verba aditiva para as coletas, que podem ser feitas com veículo da UNESP com motorista, pagando-se apenas as despesas de combustível. Temos atualmente 6 caixas de água de 500 L, e a idéia principal para o pedido desta bolsa, é manter sempre estoques de peixes, independente de seu uso imediato, para sanar qualquer necessidade de animais para experimentação a qualquer momento. Assim, além de estar sempre na busca de peixes para manutenção do estoque do laboratório, o aluno contemplado com a presente bolsa, caso aprovada, se responsabilizará pelo cuidado dos animais, manutenção dos tanques, alimentação, troca de água, etc. Além disso, o aluno auxiliará os estagiários de IC e pós-graduação na montagem dos experimentos com peixes, coleta e dissecção dos animais, e contribuirá também na manutenção dos aquários e limpeza dos mesmos e tratamento da água após os experimentos, maximizando assim o tempo dos estagiários para que desenvolvam outras atividades, deixando estas questões de manutenção e limpeza aos cuidados do bolsista TT3. Como são atividades que muitas vezes não ocupam o dia inteiro, nos períodos em que não estiver envolvido nestas questões primordiais da solicitação, o aluno contribuirá na manutenção do laboratório de uma forma geral, contribuindo para sua limpeza e organização, verificando os estoques de reagentes e necessidades de aquisição de materiais de consumo de rotina em laboratório tais como luvas, papel higiênico, álcool entre outros, se responsabilizando pelas providencias necessárias para o bom andamento das atividades de laboratório, e auxiliando no cadastramento das notas fiscais no sistema Orion da FAPESP para prestação de contas ao final do ano. Por serem atividades que dependem de diversos fatores externos, não apresento cronograma de etapas a serem desenvolvidas.