Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de agentes remineralizadores e dessensibilizantes no tratamento de clareamento dental: estudo in vitro e in vivo

Processo: 11/07039-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Camila Tirapelli
Beneficiário:Karen Pintado Palomino
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/12032-6 - Avaliação de agentes remineralizadores e dessensibilizantes no tratamento de clareamento dental: estudo in vitro e in vivo, AP.R
Assunto(s):Biomateriais   Pesquisa clínica   Dessensibilizantes dentinários   Odontologia

Resumo

O objetivo deste projeto é avaliar comparativamente, in vitro e in vivo, o efeito de agentes clareadores, peróxido de carbamida 16% (T1) e peróxido de hidrogênio 35% (T2) usados conjuntamente com os agentes dessensibilizantes/ remineralizantes: dentifrício Sensodyne® (D1); dentifício experimental com 7,5% de micro-partículas de Biosilicato® (D2); dentifício Odontis RX® (D3); dentifício Sorriso® (D4); pasta experimental com micro-partículas de Biosilicato® (D5); Desensebilize Nano P (D6); pasta experimental com micro-partículas de bioglass tipo 45S5 (D7); água destilada (GC); considerando os grupos experimentais: T1/D1; T1/D2; T1/D3; T1/D4; T1/D5; T1/D6; T1/D7; T1/GC e T2/D1; T2/D2; T2/D3; T2/D4; T2/D5; T2/D6; T2/D7; T2/GC. No estudo in vitro, medidas de microdureza, rugosidade superficial e imagens em microscopia eletrônica de varredura (MEV) serão feitas em amostras de dentina e esmalte dental bovino (4x4x3mm; n=10 por grupo) antes e após o tratamento com os géis clareadores (T1= 14 dias/ 04 horas dia; T2=sessão única) e os produtos dessensibilizantes/remineralizantes. No estudo in vivo, voluntários (n=10 por grupo) terão a hipersensibilidade dentinária (HD) avaliada por meio de escala visual análoga, antes do início dos tratamentos (T1 e T2) e durante os 14 dias sequentes (1º, 3º, 7º, 10 º e 14º dia) em que os agentes dessensibilizantes/remineralizantes (no estudo in vivo não haverá grupo controle) estiverem sendo aplicados. Os dados colhidos serão analisados intra e inter-gupos, estatisticamente.