Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da ruptura do ligamento cruzado anterior sobre a expressão de genes e proteínas relacionadas à atrofia no músculo quadríceps de ratos

Processo: 11/07463-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Tania de Fatima Salvini
Beneficiário:Fernanda Maria Faturi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/06940-7 - Efeito da ruptura do ligamento cruzado anterior sobre a expressão de genes e proteínas relacionadas à atrofia no músculo quadríceps de ratos, AP.R
Assunto(s):Medicina esportiva   Atrofia muscular   Sistema musculoesquelético   Estimulação elétrica   Reabilitação (terapêutica médica)

Resumo

A atrofia e fraqueza do músculo quadríceps após a ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA), presente antes e após sua reconstrução, é uma importante limitação na clínica fisioterapêutica que restringe o retorno precoce dos indivíduos às atividades de vida diárias e desportivas. Essas alterações estão relacionadas à falha da ativação muscular voluntária resultando em déficit de força muscular. As vias moleculares envolvidas nesse processo ainda não são conhecidas. A identificação dessas vias pode fornecer estratégias terapêuticas para amenizar esse quadro. A estimulação elétrica neuromuscular (EENM) tem sido utilizada para recrutar as unidades motoras não voluntariamente ativadas, favorecendo a restauração do perfil trófico muscular. As hipóteses desse estudo são: a) a lesão do LCA ativaria genes associados à atrofia muscular; b) a EENM aplicada no músculo quadríceps após lesão do LCA amenizaria um possível efeito atrófico, modulando a expressão desses genes. Assim, os objetivos deste estudo são: a) verificar a expressão de genes relacionados à atrofia muscular no músculo quadríceps de ratos submetidos à ruptura do LCA e; b) avaliar o efeito precoce da EENM na preservação da massa muscular e sobre a modulação desses genes nessas condições. Para isso, serão utilizados 78 ratos Wistar que serão divididos (n=6) em dezessete grupos experimentais: controle (sem intervenção); ruptura do LCA 24h; sham 24h; EENM 24h; ruptura do LCA 48h; sham 48h; EENM 48h; ruptura do LCA 72hs; sham 72h; EENM 72h; ruptura do LCA 7 dias; sham 7 dias; EENM 7 dias; ruptura do LCA 15 dias; sham 15 dias; EENM 15dias. Os músculos que compõe o quadríceps, vasto lateral, vasto medial e reto femoral, serão retirados para avaliação dos níveis de RNAm (MurF1, atrogina-1 e miostatina), por meio da técnica de PCR (reação em cadeia de polimerase) em tempo real, bem como as suas respectivas proteínas pela técnica de Western Blot e também a análise da morfologia das fibras. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)