Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito terapêutico de um calçado flexível e sem salto sobre os aspectos clínicos, funcionais e biomecânicos da marcha de idosas com osteoartrite de joelho: um ensaio clínico randomizado

Processo: 11/01640-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Isabel de Camargo Neves Sacco
Beneficiário:Francis Trombini de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Marcha   Biomecânica   Ensaio clínico   Fisioterapia

Resumo

A osteoartrite (OA), classificada como uma doença reumática crônico-degenerativa é, sem dúvida, a afecção mais freqüente do sistema musculoesquelético, o que contribui para a incapacidade laborativa de aproximadamente 15% da população adulta mundial. Essa doença tem o estresse mecânico como uma das principais causas de surgimento e progressão da doença, principalmente em articulações de constante sobrecarga e movimentação como o joelho. Diante disso, um dos principais tratamentos visa à diminuição de carga intra-articular. Recentes estudos têm demonstrado, de forma aguda, que o uso de calçados que mimetizem a marcha descalça podem minimizar a sobrecarga articular, contudo, até o momento não se tem conhecimento de nenhum estudo que tenha avaliado o efeito do uso desse tipo de calçado de forma crônica em pacientes com OA de joelho. Objetiva-se avaliar o efeito terapêutico crônico de um calçado flexível, sem salto e de baixo custo financeiro, sobre os aspectos clínicos, funcionais e biomecânicos da marcha de idosas com OA de joelho. Os aspectos clínicos e funcionais serão avaliados por meio de uma escala visual analógica (EVA) de dor, questionários WOMAC e Lequesne de qualidade de vida em pacientes com OA e teste de caminhada de seis minutos (TC6M). A análise biomecânica da marcha será realizada por meio de câmeras infra-vermelho e uma plataforma de força. A partir dos dados da cinemática e cinética, serão calculados os momentos de força articular do joelho pelo método da dinâmica inversa. Participarão do estudo 56 idosas com OA de joelho graus 2 e 3 (Kellgren e Lawrence). As participantes serão aleatorizadas (em blocos) e alocadas no grupo que fará uso de um calçado flexível e sem salto, denominado grupo intervenção (GI) ou no grupo que não utilizará este calçado (GC). Ambos os grupos serão acompanhados por 6 meses. O processo será dividido da seguinte forma: etapa 1, onde ocorrerá a triagem e a avaliação inicial das potenciais participantes; etapa 2, onde serão avaliadas a dor por meio da EVA, a função e a qualidade de vida por meio dos questionários WOMAC e Lequesne e pelo TC6M, além da avaliação biomecânica da marcha. Na etapa 3 (3º meses de acompanhamento), o GI será avaliado novamente pela EVA, e questionários WOMAC e Lequene. Na etapa 4, após 6 meses do início do processo de acompanhamento, ambos os grupos serão reavaliados por meio da EVA, WOMAC, Lequesne, TC6M e análise biomecânica da marcha. Esta etapa será a avaliação final, caracterizando assim o término da intervenção. As comparações inter-grupos serão realizadas por meio de testes t independentes e inter-momentos por meio de testes de análise de variância (ANOVA) para medidas repetidas seguidas de post hoc de Newman-Keuls. Este procedimento será realizado para cada variável estudada. As comparações das variáveis do WOMAC e Lequesne serão comparadas por meio do teste de Mann-Whitney. Será adotado ± = 0,05.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TROMBINI-SOUZA, FRANCIS; MATIAS, ALESSANDRA B.; YOKOTA, MARIANE; BUTUGAN, MARCO K.; GOLDENSTEIN-SCHAINBERG, CLAUDIA; FULLER, RICARDO; SACCO, ISABEL C. N. Long-term use of minimal footwear on pain, self-reported function, analgesic intake, and joint loading in elderly women with knee osteoarthritis: A randomized controlled trial. CLINICAL BIOMECHANICS, v. 30, n. 10, p. 1194-1201, DEC 2015. Citações Web of Science: 10.
TROMBINI-SOUZA, FRANCIS; FULLER, RICARDO; MATIAS, ALESSANDRA; YOKOTA, MARIANE; BUTUGAN, MARCO; GOLDENSTEIN-SCHAINBERG, CLAUDIA; SACCO, ISABEL C. N. Effectiveness of a long-term use of a minimalist footwear versus habitual shoe on pain, function and mechanical loads in knee osteoarthritis: a randomized controlled trial. BMC MUSCULOSKELETAL DISORDERS, v. 13, JUL 12 2012. Citações Web of Science: 7.
SACCO, I. C. N.; TROMBINI-SOUZA, F.; BUTUGAN, M. K.; PASSARO, A. C.; ARNONE, A. C.; FULLER, R. Joint loading decreased by inexpensive and minimalist footwear in elderly women with knee osteoarthritis during stair descent. ARTHRITIS CARE & RESEARCH, v. 64, n. 3, p. 368-374, MAR 2012. Citações Web of Science: 12.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.