Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do receptor de hidrocarbonetos de arila (AhR) na artrite reumatoide

Processo: 11/02505-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Fernando de Queiroz Cunha
Beneficiário:Jhimmy Talbot
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Tabagismo   Hábito de fumar   Artrite reumatoide   Linfócitos T   Polimorfismo genético

Resumo

A artrite reumatoide (AR) é uma doença auto-imune inflamatória que afeta 1% da população mundial e é caracterizada pela infiltração de células do sistema imune no espaço sinovial articular. A patogênese da AR envolve aumento da resposta imune Th17-dependente (próinflamatória). Recentes estudos revelaram que a ativação do receptor de hidrocarbonetos de arila (AhR), um sensor intracelular de poluentes como os presentes na fumaça do cigarro, exerce um papel importante na diferenciação das Th17. Demonstrou-se também que a ativação de AhR, além de participar da expressão de IL-17 e IL-22 em células Th17, aumenta também a expressão das citocinas pró-inflamatórias como a IL-8 em sinoviócitos. Em um estudo recente nós identificamos que pacientes com AR tem um aumento na expressão de mRNA do AhR. Ainda, nós observamos que polimorfismos genéticos no AhR podem ser fatores de risco para o desenvolvimento da AR, estando associados com um maior índice de atividade da doença, principalmente quando presente o tabagismo. No entanto, ainda não foi determinado o efeito destes polimorfismos genéticos na atividade do receptor, nem o papel da ativação deste receptor no desenvolvimento da artrite reumatoide. O objetivo do presente estudo é avaliar o papel do AhR no desenvolvimento da Artrite Reumatoide. Para isto propomos: a) avaliar a influência de polimorfismos genéticos no AhR na expressão e na atividade deste receptor, bem como na produção de mediadores inflamatórios em células isoladas de pacientes com AR; b) avaliar a participação da ativação do AhR na patogênese da artrite experimental, investigando os mecanismos envolvidos no efeito da ativação do AhR nos modelos murinos de artrite induzida por antígeno e por colágeno; c) Adicionalmente pretende-se caracterizar, isolar e quantificar possíveis ligantes endógenos do AhR no modelo de artrite experimental e em pacientes com Artrite Reumatoide. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.