Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalência e impacto da mutação germinativa TP53 R337H na Região Metropolitana de Campinas

Processo: 11/05657-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:José Andrés Yunes
Beneficiário:Isabel Pereira Caminha
Instituição-sede: Centro Integrado de Pesquisas Oncohematológicas na Infância (CIPOI). Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico precoce   Prevalência   Penetrância   Neoplasias

Resumo

A mutação germinativa R337H no gene TP53 está associada ao aumento da incidência de tumor de córtex de adrenal (TCA) em crianças da região Sul e Sudeste do Brasil, onde evidências indicam que a mutação tenha sido fixada através de efeito fundador. Inicialmente descrita como tecido-específica, o papel da R337H na etiologia de outros tumores além do TCA vem sendo investigado. Nosso grupo demonstrou a associação da R337H com o câncer de mama na região sudeste do Brasil. Recentemente, estudo de 493 pacientes pediátricos diagnosticados com câncer no Centro Infantil Boldrini revelou que, além do TCA, a R337H está fortemente associada ao carcinoma do plexo coróide (CPC) (69%), que apresentou incidência relativa 5-10 vezes maior em nossa instituição quando comparado a outros centros. Além do CPC foi verificada também associação da R337H com o osteossarcoma (7%), com evidências preliminares de apresentação clínica bastante agressivado. Estes achados têm nos motivado a trabalhar no diagnóstico precoce do câncer em crianças portadoras da mutação 337H (projeto 401991/2010-5; MCT/CNPq/CT-SAÚDE 57/2010 - Genética Clínica). Estudos epidemiológicos na região de sul do Brasil (Porto Alegre e Curitiba) indicam que a mutação ocorre em aproximadamente 0,2 a 0,3% da população e tem penetrância de 10%. Para efeito de comparação, a fenilcetonuria, doença incluída obrigatoriamente no "teste do pezinho" (Estatuto da Criança e do Adolescente, inciso III do Artigo 10 da Lei nº 8069, de 13/07/1990) ocorre na proporção de 1:15 a 25 mil nascidos vivos, ou seja, 0,007 a 0,004%. Nossos dados não nos permitem estimar a prevalência e penetrância da 337H na região de Campinas, pois todas as famílias estudadas foram selecionadas a partir de probando acometido por câncer. Em todo caso, a distribuição geográfica dos 76 pacientes positivos para a R337H encontrados em nosso estudo revela que a 337H se estende mais ao norte do país do que estimado anteriormente, com cerca de 30% dos pacientes provenientes do sul do estado de Minas Gerais. Neste estudo propomos estudar a prevalência e penetrância da 337H na população da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Os objetivos específicos do projeto são: (1) Desenvolver um teste diagnóstico 'highthroughput' de genotipagem da R337H utilizando PCR em tempo real; (2)Analisar a prevalência da mutação R337H em 10.000 amostras retrospectivas de teste do pezinho, mantendo o anonimato das mesmas; (3) Realizar estudo prospectivo de recém nascidos, convidados mediante assinatura de Termo de Consentimento, levantando heredograma e ocorrência de câncer nas famílias de portadores da R337H; (5) Analisar espectro de tumores (pediátricos e de adultos) e calcular a penetrância da R337H nos casos desta região. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SEIDINGER, ANA L.; CAMINHA, ISABEL P.; MASTELLARO, MARIA J.; GABETTA, CARMEN S.; NOWILL, ALEXANDRE E.; PINHEIRO, VITORIA R. P.; YUNES, JOSE A. TP53p.Arg337His geographic distribution correlates with adrenocortical tumor occurrence. MOLECULAR GENETICS & GENOMIC MEDICINE, JUN 2020. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAMINHA, Isabel Pereira. Prevalência da mutação germinativa TP53 p.R337H na região metropolitana de Campinas e cidades circunvizinhas. 2015. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

SEQUÊNCIAS DE DNA, KIT E USO PARA DETECÇÃO DA MUTAÇÃO TP53 R337H BR1020120311828 - Centro Infantil de Investigações Hematológicas Dr Domingos A Boldrini (CIB) ; Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . José Andres Yunes; Isabel Pereira Caminha; Ana Luiza Ongaro Seidinger Conte; Carmen Sílvia Gabetta - 07 de dezembro de 2012