Busca avançada
Ano de início
Entree

A arquitetura doméstica da classe média paulistana nos anos 1950: o "bem viver" moderno

Processo: 11/05761-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Carlos Roberto Monteiro de Andrade
Beneficiário:Maristela da Silva Janjulio
Instituição Sede: Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos (IAU). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Arquitetura moderna
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Arquitetura classe média | Arquitetura doméstica americana | arquitetura moderna | Arquitetura moderna doméstica | Arquitetura paulistana anos 1950 | Casa e Jardim anos 1950 | Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo

Resumo

Na revista Casa e Jardim, nos anos 1950, constitui-se uma arquitetura voltada à classe média, a que chamamos "bem viver, " cuja análise é nossa questão central. Ela se utiliza da linguagem moderna, que é transmitida aos leitores de forma didática. Essa arquitetura aparece como cenário para um cotidiano confortável, com a ajuda da técnica e dos novos produtos, que estão disponíveis naqueles anos. Estes promovem uma grande renovação nos hábitos e costumes dessa classe média urbana, tendo os Estados Unidos e a vida americana como modelos. O contexto onde surge o "bem viver" é o da modernização brasileira, particularmente da metrópole paulistana, com transformações econômicas, sociais, políticas e culturais.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JANJULIO, Maristela da Silva. A arquitetura doméstica da classe média paulistana nos anos 1950: o \bem viver\ moderno. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/SBD) São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.