Busca avançada
Ano de início
Entree

Alteração da acidez do apoplasto da raiz como mecanismo de resistência a alumínio em milho

Processo: 11/00189-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Eduardo Dal'Ava Mariano
Beneficiário:Isadora de Camargo Ribeiro
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Milho   Raízes e tubérculos alimentícios   Estresse fisiológico   Ácidos orgânicos   Alumínio

Resumo

Várias espécies vegetais, e dentre elas algumas cultivadas, liberam ácidos orgânicos de baixo peso molecular de suas raízes quando as mesmas são expostas a espécies tóxicas de alumínio (Al). Os ânions desses ácidos orgânicos, dentre eles citrato, malato e oxalato, podem complexar o Al3+ livre em solução, diminuindo assim sua atividade e toxicidade para as plantas. Estudos recentes contribuíram com evidências do envolvimento desses compostos orgânicos num mecanismo de resistência contra o Al, mas também revelaram casos de baixa correlação entre exsudação radicular e resistência a Al. Os resultados contraditórios sugerem baixa efetividade do mecanismo como também a existência de outros processos e mecanismos de resistência e tolerância que podem estar atuando em coordenação com o mecanismo de exsudação radicular. O objetivo deste projeto é estudar a alteração da acidez do apoplasto da raiz como um mecanismo que possa conferir resistência direta ao metal ou que possa contribuir para aumentar o potencial de proteção dos ácidos orgânicos contra Al em milho. Os estudos serão realizados com plantas de quatro genótipos de milho com graus distintos de resistência a Al. Os ensaios serão conduzidos em câmara de crescimento com condições ambientais controladas e os dados observados serão analisados com ferramentas estatísticas e matemáticas. Espera-se alcançar com os estudos deste projeto um melhor entendimento do fenômeno de resistência a Al em milho. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARIANO, EDUARDO D.; PINHEIRO, ALUISIO S.; GARCIA, EDIVALDO E.; KELTJENS, WILLEM G.; JORGE, RENATO A.; MENOSSI, MARCELO. Differential aluminium-impaired nutrient uptake along the root axis of two maize genotypes contrasting in resistance to aluminium. PLANT AND SOIL, v. 388, n. 1-2, p. 323-335, MAR 2015. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.