Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da inibição da atividade de ácido graxo sintase (FASN) com cerulenina sobre proliferação e morte de células derivadas de carcinomas espinocelulares bucais humanos.

Processo: 11/01100-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Edgard Graner
Beneficiário:Ligia Rufo Spada
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Cerulenina   Patologia bucal   Morte celular   Ciclo celular

Resumo

A enzima ácido graxo sintase (FASN) desempenha papel chave na lipogênese de células neoplásicas e está altamente expressa em vários tumores malignos humanos. Um grande número de evidências sugere que FASN seja um oncogene metabólico com papel importante no crescimento e sobrevivência de células tumorais. Trabalhos prévios mostram que FASN é essencial para a proliferação de células derivadas de carcinomas espinocelulares (CECs) bucais humanos e que está expressa em maiores quantidades em CECs de boca do que no epitélio normal adjacente. Recentemente também foi demonstrado que a expressão elevada de FASN e ErbB2 em CECs bucais ocorre em tumores com maior espessura e comprometimento microscópico dos linfonodos. A inibição da atividade de FASN com RNA de interferência ou inibidores farmacológicos ocasiona efeitos antitumorais, dentre os quais, o aumento das taxas de apoptose e parada do ciclo celular em células de diferentes tipos de tumores malignos, diminuição do tamanho de tumores xenográficos de mama e próstata e diminuição do número de metástases regionais em modelo murino de melanoma. O presente projeto tem como objetivo investigar o efeito do inibidor da atividade de FASN cerulenina sobre a proliferação e morte nas linhagens celulares SCC-4, -9, -15 e -25, derivadas de CECs bucais humanos de língua.