Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação e caracterização das origens de replicação em Trypanosoma e Leishmania

Processo: 11/06087-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Otavio Henrique Thiemann
Beneficiário:Teresa Cristina Leandro de Jesus
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57910-0 - Instituto Nacional de Biotecnologia Estrutural e Química Medicinal em Doenças Infecciosas - INBEQMeDI, AP.TEM
Assunto(s):Leishmania   Origem de replicação   Trypanosoma   Cristalografia

Resumo

A precisa iniciação da replicação garante a sintese de um genoma a cada ciclo celular. Para garantir este controle, a célula utiliza uma seqüência de nucleotídeos, onde a duplicação do DNA inicia-se, e um complexo protéico (complexo de pré-replicação-CPR) capaz de reconhecer esta região do DNA como uma origem de replicação. Em eucariotos CPR é composto por um heterohexâmero ORC formado por seis proteínas (Orc1 a Orc6), pelas proteínas Cdc6, Cdt1 e o heterohexâmero MCM (Mcm1-Mcm7). Este último apresenta atividade de helicase fundamental para o processo de replicação. Pouco se sabe sobre o processo de replicação em tripanossomatídeos, parasitas protozoários que divergiram muito cedo durante a evolução dos eucariotos. O grupo de pesquisa da Dra Maria Carolina Q. B. E. Sabbaga (Instituto Butantan) identificou que Trypanosoma cruzi e Trypanosoma brucei não apresentam as subunidades Orc1-Orc6, mas apresentam uma proteína com identidade a Orc1 e a Cdc6, denominada Orc1/Cdc6, homóloga a membros do domínio Archaea e apresentam características que as classificam como membros maquinaria de pré-replicação. Um estudo prévio em L. major também identificou apenas um ortólogo de ORC, Orc1. A proposta deste trabalho é buscar as seqüências de origens de replicação de T. cruzi, T. brucei e L. major, identificando as seqüências que interagem com Orc1/Cdc6. Além disto, tentar resolver a estrutura das Orc1/Cdc6s desses organismos, ligadas e não ligadas ao DNA alvo. Os dados obtidos destes estudos serão importantes tanto para ampliar o conhecimento da biologia destes tripanossomatídeos, como para abrir a possibilidade de buscar possíveis abordagens profiláticas ou terapêuticas para as doenças por eles causadas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEANDRO DE JESUS, TERESA CRISTINA; NUNES, VINICIUS SANTANA; LOPES, MARIANA DE CAMARGO; MARTIL, DAIANA EVELIN; IWAI, LEO KEI; MORETTI, NILMAR SILVIO; MACHADO, FABRICIO CASTRO; DE LIMA-STEIN, MARIANA L.; THIEMANN, OTAVIO HENRIQUE; ELIAS, MARIA CAROLINA; JANZEN, CHRISTIAN; SCHENKMAN, SERGIO; CHAGAS DA CUNHA, JULIA PINHEIRO. Chromatin Proteomics Reveals Variable Histone Modifications during the Life Cycle of Trypanosoma cruzi. JOURNAL OF PROTEOME RESEARCH, v. 15, n. 6, p. 2039-2051, JUN 2016. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.