Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade microbiana e construção de um ecochip para avaliações ambientais

Processo: 09/54274-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Eliana Gertrudes de Macedo Lemos
Beneficiário:Eliamar Aparecida Nascimbém Pedrinho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58114-3 - Monitoring the microbial diversity and functional activities in response to land-use changes and deforestation under soybean and sugarcane cultivations, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Prospecção   Diversidade   Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos

Resumo

A análise da diversidade de microrganismos, realizada pelo uso de técnicas moleculares, vem sendo utilizada como indicador da qualidade do solo. Essas técnicas têm favorecido a avaliação microbiológica dos mesmos em amostras de diversos ambientes Na última década uma poderosa tecnologia conhecida como microarranjo de DNA tem causado grande impacto no estudo interativo dos ácidos nucléicos. A alta densidade de arranjos é efetiva para detecção quantitativa e expressão de genes em amostras complexas. Sendo assim, o microarranjo tornou-se uma técnica importante na caracterização de genes oriundos de organismos presentes em diferentes ambientes, tais como água e solo O uso da técnica de microarranjo constitui de uma ferramenta eficiente para o estabelecimento de perfis das comunidades microbianas e quantificação das mudanças na microbiota do solo, em sedimentos e na água, assim como indicador de microrganismos envolvidos em sistemas de biorremediaçao. Foi somente com a utilização de microarranjo que SANGUIN et al. (2006) observaram a presença marcante de alguns grupos filogenéticos sob duas condições experimentais em amostras de solos, sendo estas provenientes de solos de rizosfera de cultivo com milho e solo sem cultivo. Esses autores ressaltaram ainda a confiabilidade da tecnologia de microarranjo de DNA para comparar comunidades bactéria nas. Neste sentido, este projeto está diretamente relacionado com os objetivos do Projeto Temático FAPESP, proc. nº 08/58114-3, especialmente no que se refere à aplicação de técnicas moleculares, incluindo microarranjo de DNA, para a detecção da diversidade microbiana e monitoramento das estruturas de comunidades presentes nos solos sob diversas condições. Desse modo com esse projeto pretende-se obter microarranjos de DNA para o estudo da diversidade bacteriana e fúngica de solos (Ecochip) e para a avaliação dos principais genes envolvidos nos ciclos biogeoquímicos do carbono, nitrogênio, enxofre e metano. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.