Busca avançada
Ano de início
Entree

A análise sintática estrutural pode ajudar no diagnóstico diferencial entre ceratoacantoma e carcinoma epidermóide bem diferenciado em biópsias pequenas?

Processo: 10/20142-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Konradin Metze
Beneficiário:Mayara Tabai
Instituição-sede: Hospital de Clínicas (HC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/52015-0 - Métodos de aproximação para computação visual, AP.TEM
Assunto(s):Ceratoacantoma   Carcinoma de células escamosas

Resumo

Há numerosos trabalhos, na literatura, descrevendo os critérios histológicos úteis no diagnóstico diferencial entre o ceratoacantoma e o carcinoma espinocelular, no entanto, ambas as lesões podem ser facilmente confundidas mesmo pelo observador treinado. A evolução benigna do ceratoacantoma permite distinção clara entre este e o carcinoma espinocelular, porém, somente "a posteriori". A maioria das lesões, entretanto, são excisadas com margem, por medo de malignidade e, dessa maneira, a aferição do seu comportamento clínico não é mais possível. Assim, resta, unicamente, estabelecer o (provável) diagnóstico apenas em achados histológicos. A análise da estrutura sintática, como ferramenta para medir a sociologia celular, começou a ser recentemente usada como método auxiliar no diagnóstico diferencial e na avaliação do prognóstico de neoplasias. Em nosso trabalho, queremos avaliar a utilidade da análise da sociologia celular no diagnóstico diferencial entre ceratoacantoma e carcinoma espinocelular nas lesões ceratoacantoma-símilis.Queremos comparar lâminas histológicas (coradas com hematoxilina-eosina) de biopsias incisionais de ambas as neoplasias. Em todos os pacientes, a evolução da neoplasia (regressão espontânea ou progressão) foi avaliada prospectivamente após biópsia, o que permite elaborar o diagnóstico final com certeza ("padrão ouro"). Para a obtenção das variáveis da sociologia celular, imagens microscópicas digitalizadas serão analisadas por um software desenvolvido na UNICAMP, que desenhará triangulações de Delaunay e o Minimum Spanning Tree. As variáveis da análise da estrutura sintática e da clínica serão comparadas entre as duas entidades com o teste t de Student, seguido por uma análise discriminante linear. Assim, queremos desenvolver um programa capaz de distinguir entre ambas as entidades com base na análise computadorizada das lâminas histológicas.