Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabilidade cromática de duas técnicas para obtenção de prótese ocular sobre a influência da polimerização e do envelhecimento.

Processo: 11/03977-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Daniela Micheline dos Santos
Beneficiário:Mariana Garib Iyda
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Prótese bucomaxilofacial   Cor   Olho artificial   Resinas acrílicas

Resumo

O uso de uma prótese ocular pode oferecer boa cosmética e resultados funcionais. As técnicas existentes para a confecção da prótese ocular devem resultar em íris artificiais perfeitamente estéticas com conseqüente dissimulação do defeito facial. Além disso, sabe-se que o que mais interfere na longevidade das próteses oculares é a instabilidade de cor das íris, devido à polimerização das próteses e o uso clínico destas ao longo dos anos. Dessa forma, este estudo tem como propósito verificar a influência da polimerização e envelhecimento artificial sobre a alteração de cor do botão de íris artificial (calota incolor associada à pintura), entre duas diferentes técnicas de obtenção do botão ocular, utilizando para ambas a impressão por fotografia digital da íris. Serão confeccionadas 56 amostras simulando próteses oculares, sendo metade destas amostras para a técnica convencional e a outra metade para a técnica com calota pré-fabricada. Para cada técnica, as amostras serão distribuídas em 4 grupos experimentais (n=7) de acordo com o uso ou não de verniz protetor sobre a íris e papel utilizado para impressão das íris digitalizadas (fotográfico ou Carmem). Todas as amostras serão submetidas ao envelhecimento artificial, e a leitura de cor será realizada por meio de um espectrofotômetro de reflexão ultravioleta visível, utilizando o sistema CIE L*a*b*, antes e após polimerização e após períodos de envelhecimento (252, 504 e 1008 horas). Os dados obtidos serão submetidos ao teste de aderência à curva normal, sendo aplicado teste estatístico apropriado para a comparação dos valores médios de alteração de cor.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORENO, AMALIA; GOIATO, MARCELO COELHO; OLIVEIRA, KAMILA FREITAS; IYDA, MARIANA GARIB; HADDAD, MARCELA FILIE; DE CARVALHO DEKON, STEFAN FIUZA; DOS SANTOS, DANIELA MICHELINE. Color stability of the artificial iris button in an ocular prosthesis before and after acrylic resin polymerization. CONTACT LENS & ANTERIOR EYE, v. 38, n. 6, p. 414-418, DEC 2015. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.