Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da desintegrina recombinante DisBa-01 em macrófagos e células tumorais: avaliação da apoptose

Processo: 11/07798-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Iracilda Zeppone Carlos
Beneficiário:Lívia Contini Massimino
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Adesão celular   Desintegrinas   Integrinas   Apoptose   Macrófagos   Neoplasias

Resumo

O câncer é causado pela proliferação descontrolada de células, demonstrando uma capacidade coletiva de invasão e metástase. Com o crescimento tumoral acelerado, grandes quantidades de células neoplásicas morrem. Os macrófagos do hospedeiro frequentemente se associam ao tumor, e a fagocitose de células apoptóticas por macrófagos pode gerar uma resposta imune local normalmente voltada para a supressão de mediadores pró-inflamatórios e para a produção de mediadores anti-inflamatórios. Além dos efeitos imunossupressivos e anti-inflamatórios, a resposta de células vizinhas que interagem com células apoptóticas pode gerar a produção de fatores de crescimento e fatores pró-angiogênicos que contribuem para o desenvolvimento tumoral. Além disso, durante a metástase, as células malignas precisam resistir a "anoikis", uma apoptose celular gerada por falta de adesão. No câncer, as integrinas influenciam as células do hospedeiro associadas ao tumor bem como as próprias células tumorais, tendo o potencial de modular a progressão tumoral, a sobrevivência celular, a invasão e a metástase. A integrina alfav-beta3 é expressa em diversos tumores humanos, mas está em níveis muito reduzidos ou mesmo ausente nos tecidos normais, sendo considerada um alvo privilegiado na terapia anti-tumoral. Células derivadas da medula óssea, como o monócito/macrófago, também expressam esta integrina, ainda que em níveis reduzidos. A desintegrina recombinante DisBa-01 atua principalmente sobre as integrinas alfav-beta3 e alfaIIb-beta3, e parece possuir a capacidade de inibir a adesão celular de linhagens possuindo a integrina alfav-beta3 à vitronectina. Sendo assim, pretende-se observar a apoptose que pode ser gerada pela inibição da adesão celular ou pela própria presença da desintegrina em linhagem neoplásica e em linhagem imortalizada de macrófagos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBEIRO, LIVIA C. A.; MASSIMINO, LIVIA C.; DURANTE, ARACELI C.; TANSINI, ALINE; URBACZEK, ANA C.; SELISTRE-DE-ARAUJO, HELOISA S.; CARLOS, IRACILDA Z. Recombinant disintegrin targets alpha(v) beta(3) integrin and leads to mediator production. CELL ADHESION & MIGRATION, v. 8, n. 1, p. 60-65, JAN 1 2014. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.