Busca avançada
Ano de início
Entree

Verificação do desempenho das adaptações RITE e RITA

Processo: 11/09334-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Maria Fernanda Capoani Garcia Mondelli
Beneficiário:Fabiana Midori Tokuhara Hashimoto
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/01454-0 - Verificação do desempenho das adaptações RITE e RITA, AP.R
Assunto(s):Audiologia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:adaptação aberta | Dispositivos de Amplificação Sonora | verificação | Audiologia

Resumo

Muito se discute sobre a adaptação de aparelhos de amplificação sonora individual (AASI) em indivíduos com perda auditiva descendente. O efeito de oclusão é uma das principais queixas destes usuários em função da configuração da perda auditiva. Considerando as atualizações no desenvolvimento dos AASIs e a configuração particular da perda auditiva nestes casos, os AASIs mini retroauriculares específicos para adaptação aberta trazem grandes benefícios para esses indivíduos. Os aparelhos de adaptação aberta são usados junto a um tubo bem fino no lugar do molde para conectar o aparelho à orelha, podem ser chamados de RITE, quando o receptor é usado no canal auditivo e conectado ao aparelho através de um tubo bem fino ou RITA quando apresentam o receptor no próprio AASI. Objetivo: Estudo experimental para verificar o desempenho das adaptações RITE e RITA por meio da mensuração in situ, percepção de fala e nível de satisfação dos usuários destes com a aplicação do questionário SADL. Método: Participarão deste projeto 20 indivíduos, maiores de 18 anos com diagnóstico audiológico de perda auditiva sensorioneural bilateral de graus leve e moderado. Haverá uma divisão dos indivíduos em dois grupos de 10 participantes pareados por idade e configuração de perda auditiva, onde o G1 (grupo 1) será adaptado com AASI open fit com receptor no próprio aparelho e o G2 (grupo 2) será adaptado com AASI open fit com receptor no canal. As adaptações serão avaliadas por meio de medidas com microfone sonda, percepção de fala (HINT) e satisfação com o uso do AASI (instrumento SADL). Para elaboração dos resultados serão utilizados testes estatísticos pertinentes ao objetivo proposto no estudo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)