Busca avançada
Ano de início
Entree

Coleta e análise de dados aplicados ao Sistema de Controle de um DAV

Processo: 11/09737-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica
Pesquisador responsável:Aron Jose Pazin de Andrade
Beneficiário:André Vinícius Viacava Passanesi
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/58773-1 - Sistemas propulsores eletromagnéticos implantáveis para dispositivos de assistência circulatória sanguínea uni e biventricular ou coração artificial, AP.TEM
Assunto(s):Dispositivos e instrumentos médicos   Sistema cardiovascular   Sangue   Insuficiência cardíaca

Resumo

Dispositivos de Assistência Ventricular (DAVs) são utilizados para auxiliar o bombeamento de sangue em pacientes que apresentam insuficiência cardíaca. Estes dispositivos podem apresentar falhas devido a problemas mecânicos ou elétricos e, também, falhas relacionadas à interação entre o DAV e o sistema cardiovascular humano em virtude de simplificações adotadas durante a especificação da lógica de controle. Tais problemas podem colocar em risco a vida do paciente, tornando necessária sua detecção e tratamento. A proposta deste trabalho é aplicar técnicas de manutenção preditiva, que inclui um monitoramento regular de parâmetros do equipamento, em conjunto com reparos programados deste, a Dispositivos de Assistência Ventricular. O objeto de estudo será uma bomba centrífuga implantável acionada por um motor de corrente contínua e sem escovas que está sendo desenvolvida no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Para isso será feita uma adaptação do conceito de manutenção preditiva, realizando-se uma análise de riscos e definindo procedimentos testes que devem suportar um programa deste tipo de manutenção de forma a aumentar a confiabilidade do controle de fluxo sanguíneo e, consequentemente, garantir uma maior segurança ao paciente com DAV implantado. (AU)