Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da fragmentação florestal sobre a microbiota cutânea e secreção dérmica de Proceratophrys boiei (Amphibia, Anura)

Processo: 11/09858-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Carlos Arturo Navas Iannini
Beneficiário:Anna Carolina Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50079-7 - Efeitos da fragmentação florestal sobre a microbiota cutânea e secreção dérmica de Proceratophrys boiei (Amphibia, Anura), AP.R
Assunto(s):Anura   Impactos ambientais   Fragmentação   Microbiota   Paisagem   Ecologia aplicada

Resumo

A pele de anfíbios atua como primeira barreira de proteção contra micro-organismos invasores. Além dos componentes mecânicos, essa proteção possui mecanismos bioquímicos e biológicos derivados tanto da comunidade microbiana ali residente quanto da secreção de moléculas bioativas a partir das glândulas dérmicas granulares. Já são conhecidos os efeitos de algumas moléculas componentes dessas secreções glandulares, bem como os de algumas bactérias isoladas dessas comunidades microbianas contra importantes patógenos que afetam anfíbios em vida selvagem e mesmo contra alguns patógenos de importância clínica humana. Provavelmente, a microbiota cutânea e as secreções dérmicas desses animais são moduladas por algumas variáveis ambientais às quais os animais são expostos. Sendo assim, animais em diferentes contextos ambientais, poderiam abrigar diferentes perfis de comunidades microbianas e produzir diferentes perfis de secreções dérmicas. O objetivo central desta proposta é testar, em um modelo único (Proceratophrys boiei) e no marco de um estudo comparativo entre fragmentos da Floresta Atlântica do Estado de São Paulo, uma série de hipóteses sobre a influência do ambiente na microbiota cutânea de anfíbios, bem como sobre determinadas propriedades das secreções dérmicas desses indivíduos. Os testes estarão focados nas hipóteses:1. A composição da microbiota ambiental varia entre os fragmentos e microhabitats de Floresta Atlântica amostrados e tem relação com alguns parâmetros ambientais analisados; 2. A diversidade da microbiota cutânea de P.boiei é relacionada à diversidade da microbiota nos ambientes que ocupa. Além disso, em termos de composição, a microbiota cutânea é um subconjunto da microbiota ambiental que ocorre nos seus habitats e microhabitats; 3. A densidade bacteriana da microbiota cutânea de P. boiei é influenciada pelo ambiente; 4. A riqueza e a densidade de bactérias presente na pele de P. boiei com efeito inibitório do crescimento de micro-organismos patógenos são influenciadas pelo ambiente e 5. Existe efeito antimicrobiano das secreções sobre alguns patógenos e o espectro de ação desse potencial antimicrobiano é influenciado pelo ambiente.