Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do comportamento cinético do débito cardíaco e do volume sistólico durante o exercício físico dinâmico em diferentes intensidades em jovens e idosos saudáveis.

Processo: 11/09960-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Audrey Borghi e Silva
Beneficiário:Daniel Augusto dos Santos
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/01842-0 - Análise dos ajustes centrais e metabólicos periféricos durante o exercício físico dinâmico versus resistido em pacientes com DAC: efeitos de um programa de treinamento resistido baseado na determinação do limiar anaeróbio por diferentes metodologias, AP.JP
Assunto(s):Envelhecimento   Volume sistólico   Débito cardíaco   Exercício físico

Resumo

No exercício físico dinâmico (EFD) promove uma série de ajustes sobre os sistemas respiratório, cardiovascular e muscular que tem por finalidade aumentar e tornar mais eficiente o transporte de oxigênio (O2) e nutrientes aos músculos em atividade contrátil, para manter ao longo do tempo a formação de ATP e/ou restaurar as suas reservas que foram consumidas durante as fases de contração anaeróbica (1,3). Neste contexto, o débito cardíaco (DC), que é um indicador primário da reserva funcional da circulação, a qual deve atender às exigências impostas a sobrecarga de trabalho dos músculos exercitados. Sabe-se que o processo de envelhecimento produz marcada redução da cinética on e off durante o exercício físico. Porém, estudos sobre o comportamento cinético do DC e do VS, comparando difenretes intensidades de EFD merecem ser investigados.