Busca avançada
Ano de início
Entree

Umbandaime: um estudo antropológico sobre a presença do Santo Daime em terreiros de umbanda na Cidade de São Paulo

Processo: 10/16565-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia das Populações Afro-brasileiras
Pesquisador responsável:Vagner Gonçalves da Silva
Beneficiário:Alvaro Antônio Russo Júnior
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Umbanda   Ayahuasca   Antropologia da religião   Santo Daime

Resumo

O "Umbandaime" consiste numa manifestação religiosa que faz uso de doutrinas e rituais do Santo Daime - uma religião ayahuasqueira de origem amazônica-, nas giras (sessões de trabalho espiritual) de umbanda - uma religião afro-brasileira surgida em grandes cidades do sudeste brasileiro. No estudo proposto, pretende-se analisar as condições de produção simbólica do diálogo entre a Umbanda e o Santo Daime, considerando aspectos como a utilização do espaço ritual, a liturgia, o transe, a música, a cosmologia e, sobretudo, o papel e significado da ingestão da ayahuasca no desenvolvimento dos ritos e na identidade do grupo.O campo de observação empírica abrange dois terreiros de umbanda que possuem rituais de "Umbandaime" em seus calendários rituais. O terreiro Templo Sagrado Jesus de Nazaré São João Batista-Caboclo 7 Pedreiras, localizado no bairro São Judas, e o terreiro Instituto Cultural 7 Porteiras do Brasil, localizado no Bom Retiro, ambos na região metropolitana da cidade. Embora o "umbandaime" não seja ainda demograficamente representativo no campo religioso afro-brasileiro, por ser uma manifestação relativamente recente, acreditamos que seu estudo se justifica pela relevância que apresenta para os diálogos religiosos entre as denominações de origem amazônica, com forte influência indígena, e aquelas surgidas no contexto das grandes cidades do sudeste, com forte influência das religiões de origem africana.