Busca avançada
Ano de início
Entree

Processo de desing e linguagem de programacao:dialogos possiveis.

Processo: 11/50422-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Projeto de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Fábio Lopes de Souza Santos
Beneficiário:Rodrigo Peronti Santiago
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/59989-8 - Laboratório portátil de projetos de arquitetura, AP.JP

Resumo

Tendo como pano de fundo as reflexões do filósofo Vilém Flusser sobre jogos e a cultura contemporânea, e a teoria do Construcionismo do matemático e educador Seymour Papert, o objetivo geral do projeto de pesquisa PROCESSOS DE DESIGN E LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO: DIÁLOGO POSSÍVEL é propor a utilização de uma nova linguagem de programação no desenvolvimento de processos de projeto/design em Arquitetura. Pretende-se verificar e explorar a semelhança desta linguagem com a definição de "jogo aberto" de Flusser, cujo uso parece favorecer os chamados métodos de trabalho participativos e colaborativos, em que o papel do projetista individual dá lugar a uma atividade compartilhada por diversos atores. Ao objetivo geral somar-se-ão objetivos específicos, tais como: investigação sobre novas formas do saber e autoria coletiva; levantamento de experiências de projeto participativos e colaborativos; levantamento de linguagens de programação voltadas ao design e a proposição de experimentos que expressarão, na prática, os conceitos teóricos estudados e as hipóteses da pesquisa. Espera-se que a contribuição do trabalho ao campo disciplinar da Arquitetura se dará pela constituição de novas maneiras de se pensar métodos e processos projetuais, em particular os que favoreçam a colaboração. Para atingir os objetivos propostos, serão realizados estudos teóricos e conceituais cujos resultados poderão ser aplicados na proposição de processos de projeto a serem desenvolvidos no Escritório Modelo Experimentais (EMOD) do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNICAMP. Embora seu campo de aplicação seja a Arquitetura, o trabalho se pretende interdisciplinar e procurará estabelecer de diálogos com outras áreas do conhecimento, como Educação, Filosofia, e Computação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: