Busca avançada
Ano de início
Entree

Climatério, HIV e Terapia Antirretroviral: avaliação do perfil lipídico em estudo transversal

Processo: 11/06968-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Lucia Helena Simões da Costa Paiva
Beneficiário:Walquiria Cavalari D Avanzo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Colesterol   HIV   Perfil lipídico   Terapia antirretroviral de alta atividade   Dislipidemias   Tocoginecologia   Climatério

Resumo

A incidência da infecção por HIV e a doença AIDS têm aumentado significativamente entre as mulheres nos últimos anos. O advento das terapias de alta potência vem diminuindo a mortalidade dos pacientes bem como conferindo a eles uma melhor qualidade de vida. Consequentemente, muitas mulheres infectadas atingem atualmente o climatério, devendo lidar com as oscilações fisiológicas desse período da vida. Uma delas é a alteração do perfil lipídico, com maiores níveis de colesterol total, fração LDL e Triglicérides e concentrações menores da fração HDL do colesterol. Estudos encontraram associação entre HIV e dislipidemias e também entre antirretrovirais e dislipidemias. Mulheres climatéricas infectadas por HIV e que façam uso de terapias antirretrovirais podem ter uma sobreposição de fatores que, em geral, levam a um perfil lipídico desfavorável podendo induzir maior risco aterogênico e de doenças cardiovasculares. Objetivo: Comparar a prevalência de dislipidemias em mulheres climatéricas soropositivas para HIV com a de mulheres climatéricas soronegativas e associação com diferentes esquemas de terapia antirretroviral (TARV). Sujeitos e Métodos: Serão avaliadas 120 mulheres soropositivas e 120 mulheres soronegativas entre 40 e 60 anos. Todas serão submetidas a entrevista para coleta de dados sócio-demograficos, dados clínicos e a coleta de colesterol total, frações e triglicérides. Análise estatística: os dados serão comparados através de qui-quaduado, teste T de Student para comparação de médias e a análise de regressão múltipla. Para essas análises será utilizado o programa SAS.