Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre grau de conversão e microdureza de um compósito à base de silorano

Processo: 11/09418-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Carlos Eduardo Francci
Beneficiário:Miname Araújo Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Microdureza   Grau de conversão

Resumo

Compósitos resinosos são amplamente utilizados atualmente. Diversas modificações em sua composição foram realizadas desde seu surgimento, porém monômeros dimetacrilatos, que apresentam contração de polimerização ainda elevada, permanecem em sua formulação. Recentemente, um compósito baseado em um novo sistema de monômeros, o silorano, foi desenvolvido com o propósito de diminuir a contração de polimerização. Sabe-se que, para compósitos à base de dimetacrilatos, quanto maior o grau de conversão maior será a microdureza do compósito polimerizado, o que implica em melhores propriedades mecânicas. No entanto, a relação entre grau de conversão e microdureza não é conhecida para o novo tipo de material. O objetivo deste trabalho é avaliar a relação entre o grau de conversão e a microdureza Knoop de um compósito à base de monômeros silorano (Filtek P90 - 3M ESPE). Serão confeccionados 50 corpos de prova através de uma matriz metálica bipartida cilíndrica (5 mm x 2 mm), fotopolimerizados com irradiância de 1100 mW/cm2 (Bluephase - Ivoclar Vivadent). Os espécimes serão divididos em 5 grupos experimentais de acordo com as doses obtidas (8, 12, 16, 20 e 24 J/cm2) com a variação no tempo de irradiação. A análise de grau de conversão será realizada em um espectrofotômetro no infravermelho com transformada de Fourier (Excalibur 3100 - Varian Inc.), com unidade de refletância total atenuada - ATR (MIRacle - Pike Technologies) em tempo real. Serão realizados 16 scans dos espectros com resolução de 4 cm-1 durante 20 minutos. Os espécimes serão armazenados em ambiente seco e escuro por 24 horas a 37°C para depois serem submetidos ao teste de microdureza Knoop (Durimet - Shimadzu HMV-2). Serão realizadas 10 indentações em cada corpo de prova com o tempo de penetração de 30 segundos e carga de 25g.Os dados serão submetidos aos testes de normalidade e homogeneidade para verificar a possibilidade de realizar a estatística através da análise de variância (ANOVA) e teste de Tukey (5%). E será feito teste de correlação de Pearson entre o grau de conversão e a microdureza Knoop.