Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de risco para alteração de linguagem infantil

Processo: 11/00691-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2011
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Daniela Regina Molini-Avejonas
Beneficiário:Gabriela Martins Duarte Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Linguagem infantil   Atenção primária à saúde   Fatores de risco   Epidemiologia   Prevenção primária

Resumo

É importante que os fonoaudiólogos conheçam a prevalência, a incidência, e os fatores de risco para uma determinada doença fonoaudiológica, na comunidade, a fim de alocar recursos suficientes para controlar os problemas associados a tal doença, permitindo adequar o modelo assistencial da instituição e promovendo ações de maior impacto na saúde da população envolvida. Objetivos: verificar os principais fatores de risco para alterações de fala e linguagem em crianças. Método: Este estudo será desenvolvido com todas as crianças atendidas pela Clínica de Fonoaudiologia do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo no período de maio de 2011 até abril de 2012 (aproximadamente 200 sujeitos). Será aplicado um questionário com os responsáveis dos participantes da pesquisa que abordará questões gerais da gestação, do parto e da saúde da criança para identificação de fatores de risco para a alteração de linguagem. Os dados serão registrados em protocolos individuais e posteriormente tabulados para futura análise. O tratamento estatístico a ser implementado será de natureza descritiva e analítica. A análise dos dados irá basear-se principalmente na relação entre as respostas fornecidas nos questionários e a alteração de fala e linguagem presente, buscando determinar a especificidade e sensibilidade do questionário em questão.