Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos proteômicos em Peperomia obtusifolia (Piperaceae)

Processo: 11/01003-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Maysa Furlan
Beneficiário:Andrea Nastri de Luca Batista
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07600-3 - CIBFar - Centro de Inovação em Biodiversidade e Fármacos, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):12/16484-4 - Atividade óptica Raman: uma ferramenta inovadora para análise estrutural de proteínas, BE.EP.PD
Assunto(s):Proteoma   Produtos naturais   Dicroísmo circular vibracional   Piperaceae

Resumo

Estudos fitoquímicos, associados à avaliação da atividade biológica, em Peperomia obtusifolia levou ao isolamento de uma série de metabólitos secundários bioativos, dentre eles cromanos prenilados, lignanas, amidas, flavonóides e outros derivados fenólicos. Das substâncias isoladas, merecem destaque os cromanos prenilados pela potente atividade tripanocida. Dados presentes na literatura apontam as substâncias preniladas como as principais responsáveis pelas atividades biológicas reportadas no gênero Peperomia. Estes compostos apresentam-se ainda como misturas racêmicas e/ou diasteroisoméricas, o que desperta interesse com relação às etapas biossintéticas tanto da adição de unidades prenilas quanto da ciclização e formação do anel 3,4-diidro-2H-pirano. Em consequência, é de suma importância desenvolver estudos proteômicos em P. obtusifolia. Assim, este projeto tem como principal objetivo a identificação do perfil protéico desta espécie e consequente elaboração de mapas proteômicos de referência, complementando os resultados prévios da atividade in vitro de oxidorredutases, PAL, prenil- e geraniltransferases em espécies de Piperaceae. A investigação proteômica será realizada em três etapas principais: extração, análise e identificação das proteínas. A extração do complexo protéico será desenvolvida a partir de protocolos estabelecidos pelo grupo de pesquisa da Profa. Dra. Maysa Furlan. A análise estrutural e identificação das proteínas serão realizadas por eletroforese de gel de poliacrilamida bidimensional (2D-PAGE) e espectrometria de massas (MALDI-ToF ou ESI-MS/MS). Técnicas cromatográficas, tais como cromatografia utilizando adsorventes iônicos, filtração em gel e eletroforese, serão utilizadas para o fracionamento e purificação das proteínas de interesse, sendo que também estão planejados estudos por dicroísmo circular vibracional (DCV) para determinação da estrutura secundária das proteínas isoladas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BATISTA, ANDREA N. L.; BATISTA, JR., JOAO M.; SOUZA-MOREIRA, TATIANA M.; VALENTINI, SANDRO R.; KATO, MASSUO J.; ZANELLI, CLESLEI F.; FURLAN, MAYSA. Biosynthetic Insights into p-Hydroxybenzoic Acid-Derived Benzopyrans in Piper gaudichaudianum. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 29, n. 5, p. 1105-1114, MAY 2018. Citações Web of Science: 0.
BATISTA, ANDREA N. L.; DOS SANTOS-PINTO, JOSE ROBERTO A.; BATISTA, JR., JOAO M.; SOUZA-MOREIRA, TATIANA M.; SANTONI, MARIANA M.; ZANELLI, CLESLEI F.; KATO, MASSUO J.; LOPEZ, SILVIA N.; PALMA, MARIO S.; FURLAN, MAYSA. The Combined Use of Proteomics and Transcriptomics Reveals a Complex Secondary Metabolite Network in Peperomia obtusifolia. Journal of Natural Products, v. 80, n. 5, p. 1275-1286, MAY 2017. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.