Busca avançada
Ano de início
Entree

Espectroscopia óptica ultra-rápida aplicada a reações fotoquímicas e processos biológicos

Processo: 11/06978-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Cleber Renato Mendonça
Beneficiário:Ismael Andre Heisler
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Espectroscopia ultrarrápida   Fotoisomerização

Resumo

Este plano de atividades descreve a proposta de trabalho no âmbito de pós-doutoramento. O objetivo geral da proposta de trabalho é a implementação, junto ao Grupo de Fotônica do IFSC-USP, de técnicas de espectroscopia óptica ultra-rápida para realização de experimentos de femtoquímica. As duas linhas principais de pesquisa consistem no estudo de reações de fotoisomerização em azocompostos e reações de transferência de carga em moléculas baseadas na estrutura triarilamina. A dinâmica de tais processos se desenrola em escalas de tempo ultra-rápidas e, portanto, são classificados como reações femtoquímicas. Ambos os tipos de reações possuem importância fundamental tanto em química quanto em biologia. As técnicas principais a serem utilizadas são fluorescência e absorção transiente resolvidas no tempo, as quais oferecerão resoluções temporais inferiores a 200 fs. Pretende-se, desta forma, capturar o desenvolvimento dinâmico da fotoisomerização ao longo da coordenada reativa e descrever os mecanismos e escalas de tempo de relaxação bem como suas conexões com grandezas macroscópicas como, por exemplo, viscosidade e polaridade. Também, com os resultados das medidas de espectroscopia ultra-rápida pretende-se criar um esquema da cinética dos estados envolvidos no processo de transferência de carga. Medidas auxiliares e modelamento através de métodos e teorias apropriadas fornecerão informações adicionais, as quais vão possibilitar a criação de um esquema da superfície de energia potencial em função da coordenada reativa para as reações femtoquímicas em estudo. (AU)