Busca avançada
Ano de início
Entree

Clonagem molecular, expressão, purificação e caracterização estrutural da endoglucanase de Trichoderma harzianum visando o desenvolvimento de coquetéis enzimáticos para a produção de etanol lignocelulósico

Processo: 10/18773-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Igor Polikarpov
Beneficiário:Vanessa de Oliveira Arnoldi Pellegrini
Instituição Sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/56255-9 - Structure and function of enzymes and auxiliary proteins from Trichoderma, active in cell-wall hydrolysis, AP.BIOEN.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):13/07884-1 - Estudos sobre ligação improdutiva de enzimas celulolíticas à celulose e biomassa, BE.EP.DD
Assunto(s):Biocombustíveis   Trichoderma   Etanol
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biocombustíveis de segunda geração | etanol celulósico | Purificação de celulases | Trichoderma harzianum | cristalografia

Resumo

O aumento da demanda mundial por energia, o advento da tecnologia flex fuel para automóveis, a instabilidade nos preços do petróleo, a perspectiva de encolhimento dos recursos energéticos aliados com a crescente preocupação com a questão ambiental, esboçam o quadro pela busca por fontes alternativas de energia. Embora sejam notórios os avanços conseguidos pelo Brasil na produção de etanol a partir do caldo de cana-de-açúcar (etanol de primeira geração), pouco se investiu no desenvolvimento de tecnologias para a produção de etanol também a partir do bagaço de cana-de-açúcar (etanol de segunda geração). Se as usinas sucroalcooleiras utilizassem não somente o caldo, mas também o bagaço da cana como fonte de carboidratos, seria possível aumentar significativamente a produção de etanol sem aumentar a demanda por uma maior área de plantio da cana. A produção de etanol lignocelulósico emerge como uma alternativa promissora, aproveitando os resíduos de uma primeira geração de etanol e outras fontes da biomassa para uma segunda geração de biocombustíveis. Apenas uma pequena parte da biomassa contida na cana-de-açúcar é aproveitada para a produção de etanol devido à complexidade das estruturas lignocelulósicas; os açúcares do bagaço encontram-se na forma de polímeros (celulose e hemicelulose) associados entre si e recobertos por lignina formando a microfibrila celulósica. A barreira a ser vencida, portanto é transformar a celulose, que está no bagaço e também na palha descartada na colheita, em álcool combustível. Os processos de hidrólise, para disponibilização dos açúcares fermentescíveis presente nessa biomassa, precisam se tornar mais eficientes e economicamente viáveis; o fungo celulolítico filamentoso Trichoderma harzianum, eficiente produtor de celulases e hemicelulases que atuam de maneira sinérgica para degradar materiais lignocelulósicos, recentemente foi descrito com alta atividade celulolítica, porém o seu complexo celulolítico não foi identificado, e nem tão pouco, estudado do ponto de vista molecular e estrutural. Desta forma, o presente projeto tem como objetivo a otimização da produção das enzimas do complexo celulolítico do fungo T. harzianum visando caracterização bioquímica, genética, molecular e estrutural, a fim de melhor compreender os mecanismos envolvidos na transformação enzimática da biomassa (principalmente do bagaço da cana-de-açúcar), o substrato promissor para produção de bioetanol da segunda geração. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PELLEGRINI, VANESSA O. A.; SERPA, VIVIANE ISABEL; GODOY, ANDRE S.; CAMILO, CESAR M.; BERNARDES, AMANDA; REZENDE, CAMILA A.; PEREIRA JUNIOR, NEI; CAIRO, JOAO PAULO L. FRANCO; SQUINA, FABIO M.; POLIKARPOV, IGOR. Recombinant Trichoderma harzianum endoglucanase I (Cel7B) is a highly acidic and promiscuous carbohydrate-active enzyme. Applied Microbiology and Biotechnology, v. 99, n. 22, p. 9591-9604, . (09/52840-7, 10/18773-8, 08/56255-9, 11/20977-3, 09/05328-9, 11/05712-3)
LIBERATO, MARCELO V.; SILVEIRA, RODRIGO L.; PRATES, ERICA T.; DE ARAUJO, EVANDRO A.; PELLEGRINI, VANESSA O. A.; CAMILO, CESAR M.; KADOWAKI, MARCO A.; NETO, MARIO DE O.; POPOV, ALEXANDER; SKAF, MUNIR S.; et al. Molecular characterization of a family 5 glycoside hydrolase suggests an induced-fit enzymatic mechanism. SCIENTIFIC REPORTS, v. 6, . (13/08293-7, 09/52840-7, 10/18773-8, 13/15582-5, 08/56255-9, 14/10448-1)
BERNARDES, A.; PELLEGRINI, V. O. A.; CURTOLO, F.; CAMILO, C. M.; MELLO, B. L.; JOHNS, M. A.; SCOTT, J. L.; GUIMARAES, F. E. C.; POLIKARPOV, I.. Carbohydrate binding modules enhance cellulose enzymatic hydrolysis by increasing access of cellulases to the substrate. Carbohydrate Polymers, v. 211, p. 57-68, . (10/18773-8, 15/13684-0)
PELLEGRINI, VANESSA O. A.; BERNARDES, AMANDA; REZENDE, CAMILA A.; POLIKARPOV, IGOR. Cellulose fiber size defines efficiency of enzymatic hydrolysis and impacts degree of synergy between endo- and exoglucanases. Cellulose, v. 25, n. 3, p. 1865-1881, . (12/22802-9, 10/18773-8, 15/13684-0, 16/13602-7)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PELLEGRINI, Vanessa de Oliveira Arnoldi. Clonagem molecular, expressão, purificação e caracterização estrutural da endoglucanase de Trichoderma harzianum visando o desenvolvimento de coquetéis enzimáticos para a produção de etanol lignocelulósico. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física de São Carlos (IFSC/BT) São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

OLIGONUCLEOTÍDEOS PARA PRODUÇÃO DE ENDOGLUCANASE, SEQUÊNCIAS PARA PRODUÇÃO DE ENDOGLUCANASE, PROCESSO DE OBTENÇÃO DE ENDOGLUCANASE E USOS DA ENDOGLUCANASE BR1020130108090 - Universidade de São Paulo (USP) . Igor Polikarpov ; Vanessa de Oliveira Arnoldi Pellegrini ; Viviane Isabel Serpa - 02 de maio de 2013