Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise imunoistoquímica de citocinas e de fatores pró e anti-angiogênicos em placenta de gestantes portadoras de pré-eclâmpsia

Processo: 11/10832-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Maria Terezinha Serrão Peraçoli
Beneficiário:Vanessa Rocha Ribeiro
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/20207-0 - Envolvimento da imunidade inata e de fatores placentários na fisiopatologia da pré-eclâmpsia, AP.R
Assunto(s):Placenta   Imuno-histoquímica   Citocinas   Pré-eclâmpsia

Resumo

ANÁLISE IMUNOISTOQUÍMICA DE CITOCINAS E DE FATORES PRÓ E ANTI-ANGIOGÊNICOS EM PLACENTA DE GESTANTES PORTADORAS DE PRÉ-ECLÂMPSIA.1. RESUMOA pré-eclâmpsia é uma síndrome específica da gestação humana, caracterizadapelo aparecimento de hipertensão arterial e proteinúria após a 20ª. semana de gestação. É aceito que esta patologia tem origem na placenta, provavelmente em decorrência de fatores envolvidos na sua formação e desenvolvimento. Além disso, o desbalanço entre a produção de citocinas e de fatores angiogênicos parece contribuir para a patogênese da pré-eclâmpsia. O presente projeto tem como objetivo: 1) Determinar a expressão de citocinas pró-inflamatórias (GM-CSF e TNF-alfa) e anti-inflamatórias (IL-10 e TGFbeta1), de fatores pró-angiogênicos (PIGF e VEGF), bem como de fatores antiangiogênicos (Eng e sFlt1) em placentas de gestantes normais e com pré-eclâmpsia; 2) Relacionar a expressão de citocinas pró e anti-inflamatórias e de fatores pró e antiangiogênicos em tecido placentário, de gestantes portadoras de pré-eclâmpsia com a idade gestacional de aparecimento das manifestações clínicas (precoce ou tardia) da doença. Serão estudadas 48 gestantes, sendo 16 normotensas e 32 portadoras de préeclâmpsia.As gestantes com pré-eclâmpsia serão classificadas de acordo com o aparecimento das manifestações clínicas em pré-eclâmpsia precoce (< 34 semanas de gestação) e pré-eclâmpsia tardia (>34 semanas de gestação). Um fragmento de placenta será obtido imediatamente após o parto e preparado para análise histopatológica, sendo os cortes histológicos de 4um de espessura colocados sobre lâmina histológica para coloração pelo método de Hematoxilina - Eosina (HE) e análise imunohistoquímica da expressão de GM-CSF, TNF-alfa, IL-10, TGF-beta1, PIGF, VEGF, sFlt1 e Endoglina por células do tecido placentário.2. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO DO PROJETOAtividades para o primeiro ano- Preparo de reagentes necessários para a realização das técnicas propostas- Revisão da literatura- Colheita de amostras de placentas das gestantes normais e com préeclâmpsia,no momento do parto- Fixação e inclusão das amostras de placenta em parafina- Padronização da técnica de imunohistoquímica para determinar a expressãode citocinas e fatores angiogênicos- Realização da técnica de imunohistoquímica para determinar a expressão decitocinas e fatores angiogênicos- Redação do relatório parcial.Atividades para o segundo ano- Realização da técnica de imunohistoquímica para determinar a expressão decitocinas e fatores angiogênicos- Análise das lâminas contendo cortes de placenta, para determinar aexpressão de citocinas e fatores angiogênicos- Avaliação das alterações morfológicas em cortes histológicos de placenta degestantes normais e com pré-eclâmpsia- Análise dos resultados, revisão da literatura e redação do relatório final.3. JUSTIFICATIVA PARA O NÍVEL DE BOLSA TT SOLICITADAA candidata é aluna do Curso de Ciências Biológicas do Instituto de Biociências do Campus de Botucatu, UNESP e realiza estágio no departamento de Microbiologia e Imunologia desse Instituto, em conjunto com o departamento de Ginecologia e Obstetrícia, da Faculdade de Medicina do Campus de Botucatu, UNESP, desde fevereiro de 2011. Tem participado das reuniões científicas interdisciplinares que visam a integração das atividades dos dois departamentos relacionadas ao estudo dos mecanismos imunológicos envolvidos na pré-eclâmpsia.4. JUSTIFICATIVA PARA A O PLANO EM TERMOS DOS OBJETIVOS DOPROGRAMA DE BOLSAS TTO presente projeto de pesquisa tem como objetivo principal treinar, aperfeiçoar ecapacitar a aluna Vanessa Rocha Ribeiro, em técnicas histológicas e imunoistoquímicas em tecido placentário. Além da formação de recursos humanos para pesquisa, os resultados obtidos também contribuirão com a literatura para melhor compreensão dos mecanismos fisiopatológicos da pré-eclâmpsia, com ênfase na placenta.