Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da ingestão de pectina cítrica sobre a saúde do intestino delgado de poedeiras: características histológicas e morfométricas, irrigação e proteção epitelial

Processo: 11/09776-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Isabel Cristina Boleli
Beneficiário:Rachel Santini Paulino
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Intestino delgado

Resumo

Será analisado se ingestão de pectina na ração (0; 0,5; 1 e 2%) no período de 28 a 40 semanas influencia a morfologia do intestino delgado de poedeiras. Para isso, serão utilizadas 6 repetições de 8 aves por tratamento. Com 40 semanas de idade, 6 aves por tratamento, serão utilizadas para analisa-se as características histológicas e morfométricas ( espessura das túnicas serosa, muscular, mucosa, submucosa e da parede), irrigação (número de vasos sanguíneos na mucosa e submucosa) e o tamanho e número de vilos dos três segmentos intestinais, o número de células caliciformes produtoras de mucina ácida e neutra, e profundidade de cripta e índice mitótico nas criptas. As variáveis analisadas serão verificadas quanto à presença de outliers e serão testadas as pressuposições de normalidade dos erros estudentizados (teste de Cramer-von-Misses) e de homogeneidade de variâncias (teste de Brown e Forsythe). Depois de constatada a não violação dessas pressuposições, os dados serão submetidos à análise de variância e comparação de médias por contraste posterior análise de regressão através do procedimento GLM do programa SAS® (SAS Institute, 2002).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.