Busca avançada
Ano de início
Entree

Propriedades de equilíbrio e transporte da matéria quente e densa criada nas colisões nucleares de alta energia

Processo: 11/08361-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Frédérique Marie Brigitte Sylvie Grassi
Beneficiário:Jacquelyn Michelle Noronha-Hostler
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50984-4 - Física de hádrons, AP.TEM
Assunto(s):Colisor Relativístico de Íons Pesados   Grande Colisor de Hádrons   Hidrodinâmica relativística   Plasma de quarks e glúons

Resumo

Como pós-doutora na USP, eu implementarei correções devido a viscosidade no código hidrodinâmico conhecido como SPHERIO que foi desenvolvido pela colaboração São Paulo-Rio de Janeiro. Atualmente, este código resolve as equações da hidrodinâmica para um fluido relativístico ideal com evolução em 3+1 dimensões definido evento por evento. Uma vez que esta nova versão do SPHERIO for terminada, eu pretendo incorporar a dependência com a temperatura dos coeficientes de transporte $\eta$ e $\zeta$ na fase hadrônica incluindo estados de Hagedorn (resonâncias muito massivas que seguem um espectro de massa que cresce exponencialmente) que calculei na minha tese de doutorado, bem como as estimativas obtidas por QCD na rede acima da temperatura crítica. Uma equação de estado realística baseada em resultados recentes calculados pela QCD na rede será usada nas simulações. Assim, nós desenvolveremos o primeiro código hidrodinâmico em 3+1 dimensões que inclui efeitos de viscosidade e pode ser eficientemente manipulado evento por evento. Usando esta nova versão do SPHERIO, seremos capazes de realizar cálculos que determinarão como a dependência com a temperatura apresentada pelos coeficientes de transporte afeta os principais sinais da formação do plasma de quarks e gluons calculados evento-por-evento como por exemplo o fluxo elíptico de hádrons.Além disso, eu continuarei minha pesquisa sobre estados de Hagedorn que iniciei na minha tese de doutorado. Uma questão interessante que eu explorarei está relacionada com a forma específica do espectro de massa hadrônico e como isso afeta os coeficientes de transporte de um gás de hádrons. Outro ponto interessante seria determinar como o espectro de massa afeta as próprias reações entre os hádrons. Por exemplo: que reações são dominantes? Reações binárias ou aquelas envolvendo decaimento de várias partículas? Estados de Hagedorn podem também ser explorados ainda no estudo de estados exóticos como por exemplo bárions com vários quarks do tipo strange. Assim, usando um modelo canônico ou outras teorias que estão sendo atualmente discutidas na espectroscopia de hádrons, nós poderíamos descrever estados de Hagedorn bariônicos e/ou estados com quarks estranhos e ver como eles populariam resonâncias como os $\Omega$'s. Por fim, eu quero ampliar minha pesquisa anterior e abordar outras regiões do diagrama de fase da QCD, por exemplo, a região de baixas temperaturas e alto potencial químico bariônico perto do suposto ponto crítico da QCD.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NORONHA-HOSTLER, JACQUELYN; GREINER, CARSTEN. Understanding the p/pi ratio at LHC due to QCD mass spectrum. Nuclear Physics A, v. 931, p. 1108-1113, NOV 2014. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.