Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos estruturais de complexos de septinas humanas

Processo: 10/20290-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Ana Paula Ulian de Araujo
Beneficiário:Joci Neuby Alves Macedo
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14138-2 - Center for Structural Molecular Biotechnology, AP.CEPID
Assunto(s):Septinas   Expressão heteróloga   Cristalografia de proteínas

Resumo

As septinas pertencem a uma grande família de proteínas que conservam um domínio de ligação a nucleotídeos de guanina e tem sido associadas a importantes processos celulares e certas patologias em eucariotos. Embora relevantes, há ainda muitas informações sobre tais moléculas não esclarecidas, como a base molecular de suas funções e o papel da hidrólise de GTP. Assim, estudos de caracterização estrutural e funcional desta família de proteínas são essenciais para entender tais aspectos fundamentais, bem como para associar a função dessas proteínas nas diversas patologias as quais elas tem sido relacionadas. Um aspecto interessante das septinas, cujo mecanismo também é ainda pouco entendido, é que elas são capazes de se polimerizar para formar hetero-oligômeros, os quais se arranjam em filamentos altamente organizados. Assim, esta proposta objetiva análises de complexos de septinas ainda não estudados em termos estruturais. Como ponto de partida, o alvo principal para os ensaios de cristalização e resolução estrutural será o complexo formado pelas septinas 3, 5 e 7, cuja existência in vivo já foi relatada, afim de esclarecer como as septinas do grupo I se localizam e interagem na montagem do heterofilamento. Adicionalmente, baseando-nos em resultados prévios de ensaios de interação das septinas via duplo-híbrido, mais dois complexos também serão alvo de estudos estruturais: os complexos SEPT5-SEPT6-SEPT7 e SEPT5-SEPT8-SEPT7, exibindo uma única ou duas substituições, respectivamente, segundo as regras de Kinoshita. O propósito destes últimos está em validar as regras estabelecidas por Kinoshita no que diz respeito a substituição de septinas dentro do complexo SEPT2-SEPT6-SEPT7. Os resultados deste trabalho contribuirão para o avanço no entendimento dos heterocomplexos de septinas e de como essas proteínas interagem entre si nesse arranjo.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ORCIA, DEBORA; ZERAIK, ANA ELIZA; LOPES, JOSE L. S.; MACEDO, JOCI N. A.; DOS SANTOS, CLARISSA ROMANO; OLIVEIRA, KATIA C.; ANDERSON, LETICIA; WALLACE, B. A.; VERJOVSKI-ALMEIDA, SERGIO; ARAUJO, ANA P. U.; DEMARCO, RICARDO. Interaction of an esophageal MEG protein from schistosomes with a human S100 protein involved in inflammatory response. BIOCHIMICA ET BIOPHYSICA ACTA-GENERAL SUBJECTS, v. 1861, n. 1, A, p. 3490-3497, JAN 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.