Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de micro RNAs diferencialmente expressos em células pulmonares e pancreáticas transformadas pelo oncogene K-Ras

Processo: 11/06709-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Daniela Sanchez Basseres
Beneficiário:Mateus Nóbrega Aoki
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mutação puntual   MicroRNAs   Transformação celular neoplásica

Resumo

Mutações pontuais que ativam o oncogene K-Ras são muito frequentes em diversas neoplasias humanas, inclusive no carcinoma hepatocelular e no adenocarcinoma pulmonar. Apesar destas mutações estarem ligadas à oncogênese, diferentes abordagens para inibir as proteínas Ras diretamente fracassaram na clínica. Portanto, para que melhores alvos terapêuticos para as neoplasias induzidas pela K-Ras oncogênica se tornem disponíveis, será necessário identificar as moléculas efetoras da proteína K-Ras, que são críticas para a oncogênese. Uma classe de moléculas que emergiu recentemente como sendo importantes mediadores do processo de surgimento e evolução do câncer são os microRNAs (miRNAs). Todavia, os miRNAs envolvidos na transformação maligna pela K-Ras permanecem desconhecidos. O objetivo deste projeto é identificar miRNAs que desempenham um papel importante no fenótipo maligno induzido pelo oncogene K-Ras. Nossa hipótese pressupõe que a transformação celular pela K-Ras leva a uma alteração direta ou indireta na expressão de miRNAs, os quais tem sua expressão aumentada ou diminuída, alterando assim, sua função de controle gênico pós-transcricional. Para testar esta hipótese, e alcançar nosso objetivo, utilizaremos a abordagem de hibridização de microarranjos de DNA para comparar o perfil de expressão de miRNAs em linhagens primárias de pulmão e pâncreas na presença/ausência da forma oncogênica da K-Ras. A confirmação da expressão diferencial será feita através de qRT-PCR em linhagens tumorais de pulmão e pâncreas, com ou sem inibição de K-Ras por interferência de RNA (RNAi). A validação funcional dos miRNAs diferencialmente expressos será feita através da modulação da expressão de um miRNA identificado nas células humanas de câncer de pulmão e pâncreas dependentes da K-Ras oncogênica seguidas de ensaios funcionais celulares e moleculares. Espera-se que este projeto contribua para um melhor entendimento dos mecanismos moleculares acionados pela proteína K-Ras oncogênica, enquanto que, ao mesmo tempo, espera-se que forneça o conhecimento necessário para o desenvolvimento de novas terapias anti-tumorais. (AU)