Busca avançada
Ano de início
Entree

Parametrização de nuvens rasas não precipitantes

Processo: 11/07994-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Henrique de Melo Jorge Barbosa
Beneficiário:Albert George Daviet Franco
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/15235-8 - Processos de nuvens associados aos principais sistemas precipitantes no Brasil: uma contribuição à modelagem da escala de nuvens e ao GPM (Medida Global de Precipitação), AP.TEM
Assunto(s):Modelos matemáticos

Resumo

Neste projeto de iniciação científica o bolsista será introduzido na pesquisa em física da atmosfera através da abordagem da modelagem numérica computacional. Ele deverá: (1) estudar os artigos e textos clássicos e aprender sobre modelagem a numérica da atmosfera e parametrizações de convecção; (2) estudar a teoria de fluxo de massa, como aplicada aos cumulus não precipitantes; (3) realizar simulações simplificadas em 1 dimensão e compará-las com os resultados de experimentos como BOMEX e CHUVA; (4) testar a sensibilidade da parametrização 1-D a modificações em parâmetros físicos e também na resolução espacial e temporal. O esquema de nuvens rasas que será utilizado é o de Souza (1999) que baseia-se na teoria da máquina térmica de Renno and Ingersoll (1996). Está parametrização está atualmente funcionando no modelo global do CPTEC (Figueroa et al., 2010) e no BRAMS (Freitas et al., 2009) e em modelos unidimensionais (Barbosa et al., 2011).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.