Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação in vivo de L-leucina sobre sinalização celular e vias metabólicas durante o metabolismo protéico muscular em ratos portadores de tumor Walker 256

Processo: 11/08276-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria Cristina Cintra Gomes Marcondes
Beneficiário:Bread Leandro Gomes da Cruz
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Leucina   Serina-treonina quinases TOR

Resumo

O câncer é uma das principais causas de morte no mundo e o quadro de caquexia provocado por alguns tipos de tumor é um dos grandes responsáveis por isso.A caquexia presente em pacientes com câncer é um estado caracterizado, dentre outros processos, pela perda involuntária de peso. Esta síndrome prevalece alta em pacientes com câncer gastrointestinal, pulmonar, pancreático, mamário e da tireóide e é estimado que cerca de dois milhões de pessoas no mundo morrem anualmente devido às consequências do quadro câncer-caquexia.Estudos que tenham como objetivo a manutenção da massa magra em organismos portadores de tumor caquético são importantes para contribuir com a redução de óbitos e manter a qualidade de vidas das pessoas com câncer. Nos últimos anos a leucina tem se mostrado eficaz na manutenção da massa magra corpórea através do estímulo de síntese protéica muscular.Atualmente entender como a presença da leucina estimula a síntese protéica e atua de forma protetora em um organismo no estado caquético tem se mostrado uma necessidade crescente.Por isso este trabalho busca avaliar os efeitos de dieta rica em leucina sobre a sinalização de síntese protéica envolvendo o complexo mTOR em músculos de ratos portadores do carcinossarcoma de Walker 256. Os animais serão distribuídos em grupos experimentais de acordo com a inoculação ou não de tumor e submetidos ou não a dieta rica em leucina. A sinalização para síntese protéica nos diferentes grupos experimentais será analisada através de componentes presentes das vias upstream e downstream do complexo mTOR. Paralelo a isso serão feitas análises de: perfil hormonal, processo de síntese e degradação protéica, fatores regulatórios e quantificação gênica. Com isso também temos o intuito de obter uma visão global sobre a ação da leucina nessa situação especifica.Portanto a importância deste projeto é colaborar para o maior entendimento do estudo in vivo da sinalização celular para síntese de proteína em organismo portador de câncer-caquexia submetido à dieta rica em leucina.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CRUZ, BREAD; OLIVEIRA, ANDRE; CINTRA GOMES-MARCONDES, MARIA CRISTINA. L-leucine dietary supplementation modulates muscle protein degradation and increases pro-inflammatory cytokines in tumour-bearing rats. CYTOKINE, v. 96, p. 253-260, AUG 2017. Citações Web of Science: 7.
GOMES CRUZ, BREAD LEANDRO; DA SILVA, PRISCILA CRISTINA; TOMASIN, REBEKA; OLIVEIRA, ANDRE GUSTAVO; VIANA, LAIS ROSA; SALOMAO, EMILIANNE MIGUEL; CINTRA GOMES-MARCONDES, MARIA CRISTINA. Dietary leucine supplementation minimises tumour-induced damage in placental tissues of pregnant, tumour-bearing rats. BMC CANCER, v. 16, FEB 4 2016. Citações Web of Science: 4.
CRUZ, BREAD; GOMES-MARCONDES, MARIA C. C. Leucine-rich diet supplementation modulates foetal muscle protein metabolism impaired by Walker-256 tumour. Reproductive Biology and Endocrinology, v. 12, JAN 3 2014. Citações Web of Science: 12.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.